Ex-presidente Bush chama EUA de república das bananas

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Após a invasão de manifestantes no Congresso dos Estados Unidos nesta quarta-feira (6), o ex-presidente George W. Bush (2001- 2009) disse, em uma rede social, que "é assim que os resultados são disputados em uma república das bananas". Sem citar Trump diretamente, escreveu que está "chocado com o comportamento imprudente de alguns líderes políticos desde as eleições" e a falta de respeito demonstrado pelas instituições e tradições do país. Uma multidão de defensores de Donald Trump invadiu o Congresso enquanto os parlamentares realizavam a sessão de ratificação da vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro -que foi interrompida. A invasão aconteceu poucos minutos depois de o próprio presidente americano, durante manifestação na capital do país, Washington, insuflar os ativistas a se dirigirem até a sede do Legislativo. Já em 2017, numa rara manifestação pública, Bush criticou o nacionalismo, o protecionismo e a intolerância, no que foi visto como um ataque indireto ao presidente -o seu irmão, Jeb, disputou a candidatura republicana com Trump em 2016.