Ex-presidente Fujimori é internado por dor de coluna e gastrite

O ex-presidente peruano Alberto Fujimori em Lima, no dia 8 de janeiro de 2015

O ex-presidente Alberto Fujimori (1990-2000), que cumpre uma condenação por crimes contra a humanidade, foi hospitalizado na noite de sexta-feira em uma clínica de Lima por dor de coluna e gastrite, informou seu médico.

"Tem problemas de coluna, gastrite e o aparecimento de pequenas erupções ou leucoplasia na língua", disse neste Alejandro Aguinaga, médico de Fujimori, à imprensa.

O ex-presidente será submetido a novas avaliações, a uma ressonância na coluna e a uma "endoscopia descritiva para ver a situação de seu estômago", explicou.

Aguinaga informou que na última terça-feira comprovou que Fujimori tem problemas para se locomover normalmente por problemas com a coluna, que já o levou a ser internado em janeiro.

A transferência para a clínica, em meio a medidas de segurança, ocorreu dois dias depois de Fujimori reivindicar a partir da prisão através do Twitter o golpe de Estado de 25 anos atrás contra o Congresso, e se autoproclamar o "arquiteto da democracia moderna".

No final de janeiro, após a transferência para a clínica por dores de coluna, Aguinaga disse que cada vez mais o presidente vai somando patologias. "O presidente completará 79 anos. Foi operado diversas vezes de câncer na língua e agora tem problemas na coluna lombar", disse.

A transferência do ex-presidente a centros de saúde tem sido recorrente nos últimos três anos devido a sua pressão arterial elevada e a uma lesão cancerígena na língua, pela qual foi operado em cinco ocasiões e que exige avaliação periódica.