Monte de Saint-Michel, na França, é evaucado devido a alerta de segurança

Paris, 22 abr (EFE).- O histórico Monte de Saint-Michel, no litoral oeste da França, foi evacuado neste domingo pela Gendarmaria, informou a imprensa local que apontar para a presença de um indivíduo com atitude ameaçante.

O jornal regional "Ouest-France" afirmou na sua página na internet que o acesso aos ônibus de turismo foi fechado no começo da manhã devido à presença de um suspeito que as autoridades procuram "ativamente".

Fontes da cidade de Mancha, onde fica o monumento, não confirmaram à Agência Efe a natureza do incidente, e se limitaram a assinalar que "algo aconteceu" e agentes foram enviados para o local.

"Um indivíduo entrou no Monte Saint-Michel e, diante do proprietário de uma cafeteria, proferiu ameaças muito precisas contra as forças da ordem", disse o prefeito de Mancha, Jean-Marc Sabathé, em declarações coletadas pela emissora "France Info".

Na dúvida, as autoridades preferiram fechar a abadia onde são realizados hoje ofícios religiosos e evacuar o Monte que às 11h (6h em Brasília) encontrava-se já praticamente vazio.

A Gendarmaria revista neste momento todas as casas do local, embora tema que o homem tenha se camuflado entre os turistas e tenha deixado o local, segundo Sabathé.

As autoridades inspecionam também as câmeras de segurança para identificar o sujeito que teria se apresentado como um artista de rua, portando uma mochila que não foi inspecionada em sua entrada na baía.

O monte Saint-Michel, o ponto mais turístico da Normandia e um dos maiores da França com mais de três milhões de visitas por ano, figura na lista do patrimônio da humanidade da Unesco desde 1979. EFE

mdv/ma