Ex-presidente de Madagascar Didier Ratsiraka morre aos 84 anos

·1 minuto de leitura
O ex-presidente Didier Ratsiraka em foto de 31 de maio de 2018

O ex-presidente de Madagascar Didier Ratsiraka, chamado de "Almirante Vermelho" por suas políticas socialistas, faleceu neste domingo aos 84 anos, anunciou o atual chefe de Estado, Andry Rajoelina.

Ratsiraka foi presidente da ilha no Oceano Índico de 1975 a 1991 e de 1997 a 2002.

A causa da morte não foi divulgada.

Em janeiro de 2002, o rival de Ratsiraka, o prefeito de Antananarivo e empresário Marc Ravalomanana, reivindicou a vitória no primeiro turno das eleições celebradas em dezembro de 2001.

Ravalomanana se negou a participar no segundo turno e Ratsiraka se recusou a admitir a derrota, o que levou o país a sete meses de violência e caos.

O impasse dividiu a nação - com duas capitais, dois governos e um exército fragmentado - até que Ravalomanana foi proclamado oficialmente presidente em abril de 2002 e tomou posse em 6 de maio.

Em julho do mesmo ano, Ratsiraka fugiu para o exílio na França, onde permaneceu por 11 anos. Ele retornou ao país em 2013.

Em 2003, Ratsiraka foi condenado à revelia a trabalhos forçados, cinco anos de prisão por ameaçar a segurança do Estado e 10 anos por desvio de recursos públicos.

str-ho/sn/pc/me