Ex-presidente Vizcarra é autorizado a se candidatar ao Congresso peruano

·1 minuto de leitura
(Arquivo) O ex-presidente peruano alvo de investigação Martín Vizcarra

O Júri Nacional de Eleições (JNE) do Peru autorizou, nesta quarta-feira (3), o ex-presidente Martín Vizcarra a se candidatar ao Congresso nas eleições de abril, ao anular uma resolução que o excluía da disputa.

Vizcarra, que tinha uma alta popularidade em seus dois anos e meio de governo (2018-2020), foi excluído da disputa em 15 de janeiro pelo órgão eleitoral de Lima, que argumentou que o ex-presidente não havia mencionado que possuía ações de uma empresa em sua declaração de bens.

Mas o partido Somos Peru (centro-direita), que lançou Vizcarra como candidato ao Congresso por Lima, recorreu e o JNE deu razão a ele ao determinar que o ex-presidente não obteve lucros com essas ações.

"(O JNE) declara fundado o recurso de apelação (...), em consequência [decide] revogar a resolução de 15 de janeiro de 2021 que excluiu Martín Alberto Vizcarra", disse a decisão.

fj/cm/gma/aa