Ex-presidentes de Bolívia e Colômbia dizem que foram proibidos de entrar em Cuba