Ex-subdiretor de campanha de Trump é condenado a 45 dias de prisão

Rick Gates, ex-subdiretor de campanha do presidente Donald Trump
Rick Gates, ex-subdiretor de campanha do presidente Donald Trump

Rick Gates, de 47, ex-subdiretor de campanha do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi condenado a 45 dias de prisão e a três anos de liberdade condicional, nesta terça-feira (17), por crimes econômicos.

Em fevereiro de 2018, Gates se declarou culpado por mentir para o FBI (a Polícia Federal americana) e por conspirar para cometer fraude fiscal. Aceitou cooperar com a investigação sobre a interferência russa nas eleições presidenciais de 2016 liderada pelo procurador especial Robert Mueller.

A juíza Amy Berman Jackson também sentenciou Gates a prestar 300 horas de serviço comunitário e a pagar uma multa de 20.000 dólares.

Se não tivesse fechado um acordo de colaboração, poderia ter sido condenado a entre cinco e seis anos de prisão.

O depoimento de Gates ajudou a resolver as condenações de Paul Manafort, ex-coordenador de campanha de Trump, e de Roger Stone, ex-assessor do presidente, em julgamentos separados.