Ex-técnico de Gabigol, holandês diz que jogador na Inter de Milão era 'Gabi-não-gol'

1 / 2

16711877_ES Rio de Janeiro RJ 09-01-2013 Futebol 2013 Entrevista coletiva com os membros da Mo.jpg

Frank de Boer em foto de 2013, quando treinava o Ajax

O holandês Frank de Boer, que foi técnico de Gabigol na Internazionale de Milão, mostrou-se surpreso com o desempenho do jogador, autor dos dois gols do Flamengo na vitória de 2 a 1 sobre o River Plate pela decisão da Libertadores, no sábado, em Lima, Peru.

Comentando a partida para uma TV, o técnico, que atualmente dirige o Atlanta United, dos EUA, comentou que o apelido de Gabigol na Inter era "Gabi-no-gol" (Gabriel-não-gol).

Gabigol foi eleito o melhor jogador da final. Ele também foi o artilheiro da Libertadores deste ano, com 9 gols.

Gabigol não fez sucesso na Internazionale e foi emprestado ao Benfica, de Portugal, onde também não emplacou. Depois, voltou ao Santos e, finalmente, vestiu a camisa do Flamengo.