Ex-titular de delegacia que combate milícia, delegado assume presidência do Detro

·1 min de leitura

RIO - O delegado da Polícia Civil William Pena Junior foi nomeado, pelo governador Cláudio Castro, no Diário Oficial desta terça-feira, dia 4, como presidente do Departamento de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Detro-RJ). No mês passado, ele deixou a titularidade da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas e de Inquéritos Especiais (Draco), unidade que é uma das responsáveis por investigar a disputa entre os bandos dos milicianos Danilo Dias Lima, o Danilo Tandera, e Luís Antônio da Silva Braga, o Zinho.

De acordo com Pena Junior, sua gestão à frente do órgão, que tem atribuição de fiscalizar o transporte alternativo, será marcada pela continuidade da força-tarefa contra os grupos criminosos ligados a milícia. Ele afirma que fará uma parceria inédita com a Polícia Civil a fim de combater as atividades irregulares desses bandidos na exploração de vans piratas, por exemplo.

Durante o período que chefiou a Draco, o delegado prendeu 240 milicianos, entre eles Edmilson Gomes Menezes, o Macaquinho, e também localizou Wellington da Silva Braga, o Ecko, morto após troca de tiros. William Pena Junior também trabalhou na identificação de criminosos que tentaram sequestrar um helicóptero para resgatar presos, no Complexo do Gericinó.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos