Ex-assessor de Carlos Bolsonaro sacava salário em espécie, mostra MP

·2 minuto de leitura
Carlos Bolsonaro, son of Brazil's President Jair Bolsonaro looks on during a meeting between Argentina's President Mauricio Macri and Brazil's President Jair Bolsonaro at the Planalto Palace in Brasilia, Brazil January 16, 2019. REUTERS/Ueslei Marcelino
Assessor trabalhou primeiro com Carlos Bolsonaro e, depois, foi para o gabinete do irmão, Flávio (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)

O cabeleireiro Márcio Gerbatim, lotado no gabinete do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), sacou todos os meses o salário recebido como assessor na Câmara do Rio. Segundo extratos bancários, os saques foram feitos entre abril de 2008 e abril de 2008. A informação foi revelada pelo jornal O Globo.

Márcio Gerbatim é ex-companheiro de Márcia Aguiar, que atualmente é casada com Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ). Queiroz foi preso, acusado de participar do esquema de “rachadinha” no gabinete de Flávio. Ele cumpre pena em regime aberto.

A descoberta dos saques feitos por Gerbatim aconteceu após a quebra de sigilos bancários de Flávio e de ex-assessores, como o cabeleireiro. Após trabalhar com Carlos Bolsonaro, Marcos Gerbatim passou a trabalhar para o irmão mais velho, onde ficou entre 2010 e 2011. O Ministério Público do Rio de Janeiro realiza um inquérito para apurar o suposto esquema no gabinete de Flávio Bolsonaro.

O período da quebra de sigilo vai de 2007 até 2018 e, por isso, foram encontrados extratos da época em que Gerbatim trabalhava com Carlos. O vereador também é investigado pelo MP-RJ, em outro procedimento, suspeito de ter nomeado funcionários fantasmas e também pela prática de “rachadinha”.

Leia também:

Em 2019, o jornal O Estado de S. Paulo revelou que Marcos Gerbatim nunca teve sequer crachá da Câmara de Vereadores do Rio.

O jornal O Globo revelou que antes do dia 5 de cada mês, o assessor recebia o pagamento. Nos dias seguintes, fazia saques. Em julho de 2008, após receber R$ 4.210, sacou no mesmo dia o valor completo. No mês seguinte, a atuação se repetiu.