Ex-chacrete é presa ao tentar alugar imóvel usando nome falso

Giorgia Cavicchioli
Ex-chacrete foi levada à delegacia. Foto: Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro
Ex-chacrete foi levada à delegacia. Foto: Divulgação/Polícia Civil do Rio de Janeiro

A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou, nesta quinta-feira (24), que prendeu uma ex-chacrete por falsidade ideológica e tentativa de estelionato. Segundo as autoridades, policiais prenderam Mary de Almeida da Costa Raad, conhecida como Dora Raad, em Icaraí.

Atualmente, ela é empresária e tem 60 anos. Porém, foi levada à 77ª DP (Delegacia Policial) após firmar um contrato de locação de um imóvel usando o nome falso de Joselina Almeida Duarte. A ex-chacrete foi presa ainda no interior da administradora de imóveis.

No local, ela foi abordada e mostrou um documento falso e a cópia do contrato assinado. Porém, sua prisão só foi possível graças a um funcionário do local. A atitude de Mary deixou o homem desconfiado.

Leia também:

Segundo as autoridades, o funcionário percebeu que a mulher já tinha ido ao local em um outro momento e que tinha dado um terceiro nome diferente. Ele achou a atitude estranha e resolveu acionar a polícia.

Mary tem 14 anotações criminais pela prática de crimes como estelionato, falsidade ideológica, falsificação de documento público, quadrilha ou bando e por manter casas de prostituição.