EXCLUSIVO–Reino Unido audita fábrica de vacina indiana em meio a corrida por doses

·1 minuto de leitura
Imunizante da AstraZeneca

NOVA DÉLHI (Reuters) - A agência reguladora de medicamentos britânica está auditando os processos de fabricação do Instituto Serum da Índia (SII), o que pode abrir caminho para a vacina contra Covid-19 da AstraZeneca ser enviada de lá para o Reino Unido e outros países, de acordo com duas fontes a par do assunto.

O SII, que é o maior fabricante de vacinas do mundo, está produzindo em massa a vacina da AstraZeneca, desenvolvida juntamente com o Universidade Oxford, para dezenas de países pobres e de média renda, mas não o Reino Unido, que está recebendo seu suprimento da vacina principalmente de instalações domésticas.

Se a Agência Reguladora de Medicamentos e Cuidados de Saúde britânica (MHRA) aprovar os processos de fabricação do SII para a vacina Oxford/AstraZeneca, isso permitirá que o remédio seja exportado para o Reino Unido e para outros países que reconhecem as liberações da MHRA, disse uma das fontes.

A Reuters não conseguiu determinar qual é o argumento para a auditoria. O SII não respondeu a um pedido de comentário. O MHRA confirmou que uma inspeção está em andamento, mas não quis fazer maiores comentários.

(Por Neha Arora, Krishna N. Das e Euan Rocha)