Executivo do Spotify diz que a empresa testará audiolivros “muito em breve”

Executivo do Spotify diz que a empresa testará audiolivros “muito em breve”
Executivo do Spotify diz que a empresa testará audiolivros “muito em breve”
  • O Spotify vê oportunidades de crescimento tanto nos mercados ja estabelecidos como nos em desenvolvimento;

  • A empresa vê sua incursão em audiolivros como semelhante à sua entrada no mercado de podcasts

  • O executivo afirmou que a empresa planeja continuar expandindo seu portfólio de produtos;

Ao que tudo indica, será possível consumir livros em áudio no Spotify antes do que se imagina. CFO da companhia, Paul Vogel, diz que a plataforma de streaming de música começará a testar audiolivros “muito em breve”. O executivo afirmou que a empresa planeja continuar expandindo seu portfólio de produtos, pois vê oportunidades de crescimento tanto em seus mercados estabelecidos quanto em mercados em desenvolvimento.

“Vai sair razoavelmente em breve, mas eu diria que não espero que seja a última mudança ou melhoria que fazemos na oferta de audiolivros”, disse Vogel sobre o momento de lançamento dos audiolivros.

Vogel disse que a empresa vê sua incursão em audiolivros como semelhante à sua entrada no mercado de podcasts. Ele observou que o Spotify foi capaz de oferecer aos usuários uma interface de usuário aprimorada para ouvir podcasts e que a empresa fará o mesmo para audiolivros.

“Quando se trata de podcasting, oferecemos uma experiência melhor”, disse Vogel. “Não havia razão para você mudar do que você usava para podcasts para o Spotify, a menos que criássemos um ambiente onde fosse melhor e mais fácil para você. E achamos que existem oportunidades semelhantes em audiolivros onde podemos realmente inovar e criar algo diferente.”

O Spotify acredita que há muitas maneiras de adicionar audiolivros à sua plataforma e criar um ambiente que possa rivalizar com outros players de audiolivros, como Audible da Amazon, Audiobooks.com, Scribd e muito mais. Vogel também vê a adição de audiolivros no Spotify como uma oportunidade de crescimento para editores e autores. Ele também vê o próximo lançamento como uma forma de ajudar a crescer o mercado de livros e audiolivros em geral.

Os comentários de Vogel vêm quando o Spotify vem avançando em direção a um produto de audiolivro no ano passado. No outono passado, a empresa adquiriu a distribuidora de audiolivros Findaway por uma quantia não revelada. Na época, o Spotify disse que planejava aproveitar os investimentos existentes da Findaway na indústria de áudio.

Interesse antigo e parcerias

Vale ressaltar que o Spotify já havia sinalizado anteriormente seu interesse em audiolivros, pois começou a testar o formato em janeiro de 2021 com vários clássicos, incluindo “Frankenstein”, “Jane Eyre”, “Persuasion” e outros. Também já havia oferecido o primeiro livro “Harry Potter” com capítulos narrados por celebridades como Daniel Radcliffe, David Beckham e Dakota Fanning. Além disso, o Spotify anunciou uma parceria com a plataforma de audiolivros Storytel em maio de 2021 para permitir que os usuários do Spotify acessem seus audiolivros por meio do aplicativo do Spotify.