Exemplar da Constituição roubada por bolsonaristas é réplica, original está em museu

O exemplar da Constituição roubado por bolsonaristas extremistas do prédio do Supremo Tribunal Federal (STF), durante as invasões golpistas ocorridas em Brasília no domingo, se trata de uma réplica. Imagens divulgadas nas redes sociais mostram terroristas que invadiram o Supremo com livro nas mãos.

Ao Vivo: Acompanhe os desdobramentos do dia seguinte às invasões golpistas em Brasília

Atos terroristas: Cenário é de destruição na Praça dos Três Poderes após ataques bolsonaristas

Segundo O GLOBO apurou, a edição original da Carta Magna, que é mantida no museu do STF, está intacta e não foi vandalizada. O museu fica localizado no subsolo da Corte, e não foi atingido pelos terroristas.

A réplica que foi retirada pelos vândalos e levada para a praça dos Três Poderes, estava no edifício-sede da Corte. Vídeos exibem o momento em que um terrorista apoiador de Jair Bolsonaro sobe na escultura "A Justiça", de Alberto Ceschiatti, e abre o exemplar da Constituição.

Além dos roubos, os participantes do ato antidemocrático quebraram vidros da fachada STF, entraram no prédio e chegaram até o plenário que foi completamente vandalizado.