Exercícios da China melhoraram habilidades de combate de Taiwan, diz presidente

Presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen

TAIPÉ (Reuters) - As habilidades de combate das Forças Armadas de Taiwan estão agora "mais maduras" e mais aptas graças a ter que lutar repetidamente para afugentar forças chinesas durante exercícios recentes, disse a presidente Tsai Ing-wen nesta terça-feira.

A China organizou jogos de guerra logo após a visita da presidente da Câmara dos Deputados Estados Unidos, Nancy Pelosi, a Taipé no mês passado, irritada com o que viu como uma forte demonstração de apoio dos EUA à ilha que Pequim reivindica como seu próprio território. As atividades militares chinesas perto de Taiwan continuaram desde então.

Falando a oficiais da força aérea na base aérea de Hualien, na costa leste de Taiwan, Tsai disse que a situação em torno do Estreito de Taiwan continua tensa e que a ameaça não desapareceu.

"Diante dos desafios, nossos militares nacionais responderam com calma às intenções de invasão do inimigo e defenderam tenazmente a segurança do país", afirmou ela, de acordo com uma transcrição das declarações divulgadas pelo gabinete presidencial.

“Acredito que após este período de missões de prontidão de combate, as habilidades de combate de nossos militares estão mais maduras e sua força de combate está mais poderosa.”

Tsai acrescentou que estava "extremamente orgulhosa" das Forças Armadas.

(Reportagem de Ben Blanchard; reportagem adicional de Ann Wang e Fabian Hamacher em Hengchun, Taiwan)