Exercícios para fazer em casa por 15 minutos ajudam a reduzir ansiedade; veja opções

Um estudo desenvolvido pelo King's College London, no Reino Unido, revelou que cerca de 15 minutos por dia de exercícios — especificamente, 15m09s — proporcionam melhora do bem-estar mental e ajudam a conter a ansiedade. Esse número "mágico" torna mais simples a missão dos que dispõem de pouco tempo em meio ao dia a dia para frequentar uma academia ou praticar esportes. E há dicas de como garantir sua atividade física diária até mesmo sem sair de casa.

Açaí engorda ou emagrece? Nutricionista analisa componentes da fruta

Entenda: Por que usar esponja para lavar a louça pode não ser uma boa opção

Veja diferenças: Arroz integral é melhor que o branco? Depende do objetivo da sua dieta

A professora Conceição Lopes, mestre em Exercício Físico pela Universidade Federal do Triângulo Mineiro, explica que a relação entre corpo e mente é complementar, pois uma série de hormônios essenciais disparados durante as atividades físicas auxiliam a saúde mental.

— Manter-se ativo durante o dia já traria grandes benefícios para a saúde: reduzir o tempo sentado, optar por usar escadas, caminhar mais... Essas atitudes levariam a um aumento do gasto energético e à liberação de uma cascata de hormônios benéficos à saúde, pois hoje sabemos que a nossa musculatura é um grande órgão endócrino, que só funciona sendo movimentado — detalha.

Estudo: Exame oftalmológico de rotina pode prever o risco de ataque cardíaco

Conceição explica que, quando o indivíduo adere à prática de exercícios físicos, "o corpo passa a trabalhar melhor, por estar sendo estimulado”. E ressalta que atividades aeróbicas como caminhar, correr ou andar de bicicleta “tendem a condicionar o coração, assim, ele fica até menos exposto às taquicardias, um dos sintomas das crises de ansiedade”.

Casados x solteiros: Dormir acompanhado melhora sono, diz estudo; sozinho tem mais insônia

Para quem não pode aderir às atividades na rua, a personal trainer indica sessões de exercícios funcionais domésticos, alternando membros superiores e inferiores:

Agachamentos (sentar e levantar de uma cadeira por 20 segundos, inspirando na descida do movimento e expirando na subida);

Corridas estacionárias;

Subir e descer escadas (estímulos de 20 a 30 segundos, com descansos por período igual ou superior aos estímulos);

Polichinelos;

Dança;

Yoga.

De acordo com Conceição, exercícios que usam o peso do próprio corpo também são uma boa alternativa. O mais importante, porém, é a regularidade da prática:

— O melhor exercício ou o melhor treino é aquele que você tem tempo para fazer. Consistência é necessária para que o corpo entenda o que está acontecendo e reaja com os benefícios que o exercício traz para a saúde.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos