Exigência de Jorge Jesus 'assusta' Flamengo e trava renovação; entenda

Nathália Almeida

​Enquanto o futebol brasileiro segue paralisado em virtude do ​coronavírus, o Flamengo trabalha para resolver sua principal 'pendência' pensando na sequência da temporada: o contrato de Jorge Jesus. Vinculado ao clube carioca somente até junho deste ano, o comandante lusitano conta com total respaldo da diretoria, idolatria do torcedor e carinho do elenco, mas seu 'fico' na Gávea esbarra em um desafio importante.


Jorge Jesus,Gabriel Barbosa

Em entrevista concedida à 'Fox Sports' nesta sexta (27), o presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, admitiu que o reajuste salarial pedido por Jorge Jesus para assinar a renovação está 'além da capacidade' do clube. A nível de estrutura e elenco, tudo está acertado entre as partes, restando como entrave apenas o acordo financeiro.


"É óbvio que se a gente está discutindo, é porque foi muito além da capacidade do Flamengo. Eu não questiono nunca uma pedida de uma pessoa, de um jogador ou de um técnico, principalmente quando é um profissional da qualidade do Jesus. Quem sou eu para dizer para ele se o contrato dele vale ou não vale certo valor? Ele vale muito dinheiro sim, o problema é saber se o Flamengo tem condições de pagar e ele entender que, se ele quiser ficar no Flamengo, se adaptar à capacidade de pagamento do Flamengo", afirmou o mandatário.

FBL-LIBERTADORES-JUNIOR-FLAMENGO

Com salários aproximados de R$ 1,5 milhão/mês - isso sem incluir bonificações/premiações -, o Mister estaria pedindo, de acordo com a apuração do ​jornalista Mauro Cezar Pereira, um aumento de 50% para assinar a extensão contr. Apesar do 'susto' da diretoria rubro-negra, as negociações seguem e há otimismo por um desfecho positivo.