Existem formas de cultivar a saúde mental e o bem-estar mesmo diante do isolamento social

Natasha Hinde

Milhões de pessoas ao redor do mundo estão sendo forçadas a ficar em casa por causa da pandemia do novo coronavírus.

No Reino Unido, o autoisolamento foi determinado pelo governo para tentar reduzir a disseminação da covid-19, que apresenta sérios riscos para os idosos e quem tem problemas de saúde crônicos.

Embora o autoisolamento possa parecer um sonho para quem é introvertido, duas semanas sem contato humano podem rapidamente virar uma fonte de frustração. Em alguns casos, pode haver mudanças de humor, afirma o NHS, serviço público de saúde britânico. Mas isso vale para todos os países.

Tristeza, preocupação e insônia são alguns dos possíveis sintomas. O que fazer a respeito?

Milhões de pessoas ao redor do mundo estão sendo forçadas a ficar em casa por causa da pandemia do novo coronavírus. 

1. Aproveite o tempo para fazer o que você estava enrolando

Ficar em casa duas semanas não é ideal, mas pode ser uma ótima oportunidade para resolver coisas que você estava enrolando havia tanto tempo (marcar uma consulta no dentista, por exemplo). Priorize seu bem-estar. Tome um banho demorado, faça as unhas, medite, pratique ioga. Tudo isso ajuda.

2. Use as redes sociais para o bem

As redes sociais nunca deveriam substituir as interações do mundo real, mas, temos de fazer concessões por causa do isolamento.

Em vez de ficar lendo sua timeline sem parar, aproveite para entrar em contato com amigos e parentes. Procure novas redes ou comunidades, promova causas do bem – como as que tentam ajudar as pessoas mais vulneráveis no período de crise – ou então entre em contato com quem estiver ansioso ou deprimido.

Use o FaceTime e o WhatsApp. Essas ferramentas podem melhorar nosso humor. Ou então faça como nos velhos tempos: telefone para um amigo (ou para a sua avó).

É bom ficar informado sobre as precauções quanto à saúde, mas também de nada adianta ficar lendo as notícias de maneira obsessiva. Isso só aumenta nossa ansiedade. Se estiver se sentindo sobrecarregado, esqueça os telejornais, desligue as notificações do celular e bloqueie certas...

Continue a ler no HuffPost