Experimento no Metrô do DF atesta a honestidade dos usuários

 

Paulo Barros/Ascom/Metrô-DF

O Metrô do Distrito Federal realizou um experimento para comprovar a honestidade de seus passageiros.

Usando brigadeiros, o “teste de honestidade” se baseou na observação sobre o comportamento das pessoas sem qualquer controle.

Na primeira etapa da ação, em uma das paredes da estação Central foi colocada uma caixa com 100 brigadeiros e um banner com a frase da ação. Inicialmente o valor cobrado era de R$ 1. Ao lado, uma caixa para o depósito em dinheiro – não havia ninguém cobrando por ele.

Após 45 brigadeiros retirados, o cartaz foi modificado para R$ 0,50 cada brigadeiro. Os usuários, maioria mulheres tiveram mais interesse nos brigadeiros, seguidos por homens e jovens.

Foram arrecadados R$ 66,20, contra os R$ 77,50 esperados. Portanto, 85,4 % das pessoas pagaram, constando um desvio de 14,6% que não pagaram.

Na segunda etapa do experimento, 50 brigadeiros foram colocados na estação Praça do Relógio a R$ 0,50 sem o banner com a frase da ação. A arrecadação foi de R$ 26,00, contra os R$ 25,00 esperados. A expectativa ultrapassou os 100% das pessoas que pagaram.

“A pesquisa foi feita em meio à apuração de fatos políticos que envergonham a sociedade brasileira, em que se discutem valores éticos e morais dos governantes do país. Vimos um percentual de pessoas preocupadas em manter seus princípios e valores morais”, afirmou o presidente do Metrô-DF, Marcelo Dourado.

O experimento social é ligado à campanha “Boas Práticas Começam com Você – Não pegue nada que não for seu”, lançado pelo Metrô-DF em setembro do ano passado. A campanha, em parceria com a Controladoria-Geral do DF, leva a uma reflexão sobre as atitudes diárias para os usuários.