Explosão de carta-bomba na sede do FMI em Paris deixa um ferido

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Uma pessoa ficou ferida nas mãos e no rosto ao abrir nesta quinta-feira (16) uma carta-bomba na sede do Fundo Monetário Internacional, em Paris, na França. O episódio aconteceu no setor de correios do prédio que o FMI compartilha com o Banco Mundial, localizado no distrito XVI da capital francesa.

Segundo as primeiras informações, várias pessoas foram retiradas das instalações por medida de proteção.

O pacote continha uma mistura geralmente utilizada para a produção de material pirotécnico. Segundo um porta-voz da polícia, também foi encontrado "uma espécie de detonador".

Para o presidente da França, François Hollande, disse que explosão no FMI de Paris foi um atentado.

A diretora-gerente do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, condenou o ataque cometido contra a sede da instituição em Paris.