Explosão deixa três feridos em Parada LGBTI+ na Região dos Lagos

Explosão deixa três feridos em Parada LGBTI+ na Região dos Lagos

Três pessoas ficaram feridas na tarde deste domingo após explosão de um cilindro de gás hélio usado nos preparativos da 17ª Parada do Orgulho LGBTI+, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. As vítimas tiveram queimaduras em diversas partes do corpo e estão fora de perigo, segundo nota divulgada pela prefeitura, creditando as informações ao médico Douglas Portella, plantonista do setor de Trauma do Hospital Municipal São José Operário (HMSJO). Segundo o Corpo de Bombeiros, o evento não tinha autorização da corporação e equipes não foram acionadas após o acidente.

As vítimas foram identificadas como Rodolpho Alves Campbell Siqueira, de 34 anos; Marlon Wagner Guimarães, 20 anos; e John Lennon de Souza, 30 anos. De acordo com boletim médico divulgado pela Prefeitura de Cabo Frio, os três estão conscientes, mas com ferimentos.

'Homem-aranha' do crime: Polícia investiga se episódios de furtos são feitos por um único ladrão

Carnaval: Estado vai investir R$ 12 milhões em pacote de editais para o carnaval 2023

Rodolpho Campbell sofreu queimaduras de 2º grau em 45% do corpo e Marlon Guimarães teve 55% do corpo queimado. Na noite de domingo a prefeitura informou que Rodolpho foi transferido para o Hospital Estadual Vereador Melquiades Calazans, em Nilópolis, na Baixada Fluminense, especializado em queimaduras. A transferência de Marlon para a mesma unidade está prevista para esta segunda-feira. Já John Lennon de Souza teve queimaduras superficiais em 14% do corpo e não necessitaria de transferência.

Segundo o Corpo de Bombeiros, as investigações em relação à autorização para uso de cilindros de gás hélio no evento, assim como o que levou à explosão, cabe à Polícia Civil. Questionadas, a Polícia Civil e a Prefeitura ainda não se manifestaram sobre o assunto.

Parada LGBTI+

A 17ª Parada LGBTI+ de Cabo Frio acontece neste domingo, na Praia do Forte. A programação conta com a presença da cantora Valesca Popozuda como atração principal do evento, que faz parte da programação de aniversário de 407 anos da cidade.

Apesar do acidente, a prefeitura da cidade afirma que o evento está mantido e acontecerá como previsto.