Explosões em Jerusalém matam uma pessoa e deixam 15 feridas

Jerusalém acordou esta manhã sacudida por duas explosões em pontos diferentes da cidade.

Uma pessoa morreu e pelo menos 15 ficaram feridas, uma das quais com gravidade.

Ambas as explosões ocorreram em paragens de autocarro; uma à entrada da cidade outra no colonato de Ramot. As autoridades falam de ataque terrorista e dizem que um dos explosivos se encontrava dentro de um saco.

A polícia procura possíveis suspeitos.

Os ataques não foram ainda reivindicados. O movimento palestiniano, Hamas, que domina a Faixa de Gaza, considerou-os "o preço dos crimes e agressões de Israel" "contra o povo" palestiniano.

O primeiro-ministro indigitado, Benjamin Netanyahu, escreveu no Twitter:

"Orando pela paz dos feridos no ataque combinado esta manhã em Jerusalém e fortalecendo as mãos das forças de segurança que operam no território".