Exportações do Brasil à China caem 11% por conta de lockdowns

Exportações: Produto mais afetado pela baixa nas exportações foi o minério de ferro, com queda de 7,76%.
Exportações: Produto mais afetado pela baixa nas exportações foi o minério de ferro, com queda de 7,76%.
  • Exportações do Brasil à China caem 11% por conta de lockdowns;

  • Produto mais afetado foi o minério de ferro, com queda de 7,76%;

  • Ásia teve queda significativa nas compras feitas do Brasil.

Lockdowns promovidos recentemente pela China devido à pandemia da Covid-19 causou prejuízos à balança comercial brasileira. Dados da Secex (Secretaria de Comércio Exterior), do Ministério da Economia, o volume total de produtos exportados do Brasil para a China recuou 11,2% entre janeiro e maio de 2022 quando comparado com o mesmo período do ano passado.

Ainda de acordo com a Secex, o produto mais afetado foi o minério de ferro, com queda de 7,76%. Enquanto de janeiro a maio de 2021, o volume exportado foi de 84,15 milhões de toneladas, no mesmo período de 2022 esse número foi de 77,62 milhões.

Xangai, a maior cidade da China, ficou em lockdown por dois meses e as restrições foram suspensas somente no último dia 1 para cerca de 23 milhões de pessoas. No entanto, na semana seguinte, a administração da cidade ordenou o fechamento de sete distritos por conta do aumento de novos casos da doença.

Saldo de outros continentes

A Ásia teve queda significativa nas compras feitas do Brasil, reduzindo sua participação nas exportações de 51% do total em maio de 2021 para 41,8% no mês passado.

A fatia da América do Norte nas exportações brasileiras subiu de 13,5% para 14%, enquanto a Europa teve alta de 17,4% para 20,3% e a América do Sul, de 10,6% para 12,2%.

No acumulado dos cinco primeiros meses de 2022, o saldo comercial brasileiro ficou positivo em 25,129 bilhões de dólares. Na divulgação dos dados de março, o Ministério da Economia revisou a projeção para o resultado da balança em 2022, impulsionada por melhor perspectiva para as exportações. De acordo com a estimativa da pasta, o saldo comercial do ano deve ficar positivo em 111,6 bilhões de dólares ante projeção de 79,4 bilhões de dólares feita em janeiro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos