Exposição gratuita leva à reflexão sobre desmatamento da Amazônia

“Amazônia, e eu com isso?”. O nome da exposição gratuita, aberta até dia 30 no Shopping Nova América, é um convite urgente à reflexão sobre o papel da sociedade em relação à preservação da maior floresta tropical do mundo. Inédita e com visitação gratuita, a mostra propõe um mergulho profundo na Região Amazônica, fazendo com o que o público se informe sobre a sua função para o equilíbrio do aquecimento global e a sua importância para a segurança alimentar, hídrica e energética de todo o país.

Água: Abastecimento melhora no Morro do Salgueiro, na Tijuca

Revitalização: Parque Peter Pan, em Copacabana, é reformado

Os efeitos do desmatamento também são apresentados aos visitantes, que devem fazer um agendamento prévio através do aplicativo do centro comercial em Del Castilho. É possível passear por esta temática socioambiental de segunda a sábado, das 11h às 21h; e aos domingos, das 13h às 21h.

Gerente de marketing do shopping, Alisson Mori explica o que significa proporcionar ao público um maior conhecimento sobre a Amazônia:

— O Nova América tem a responsabilidade de pautar assuntos educativos e temas relevantes para os cariocas. Nosso objetivo é oferecer muito mais do que serviços, opções de compras, gastronomia e lazer. Queremos provocar reflexões e incentivar os nossos clientes a adotarem hábitos sustentáveis. Por isso, recebemos uma exposição tão cuidadosa, que alia diversão e informação, chamando a atenção, de forma lúdica, para a extrema necessidade de preservarmos a Amazônia.

O percurso da exposição é dividido em três partes: “Amazônia de pé”, “Desmatamento” e “Casas”. No primeiro, os visitantes ganham óculos de realidade virtual para simular um passeio imersivo pela floresta, acomodados em uma embarcação típica da região. Uma minipiscina de bolinhas representa os rios, e as crianças podem brincar à vontade nessas “águas”.

A segunda sessão da mostra alerta os frequentadores para o processo de desertificação da Amazônia e os riscos que todo o planeta corre como consequência do desmatamento.

O trecho final simula uma casa em que é possível observar os potenciais eventos relacionados à segurança alimentar, hídrica e energética no futuro, caso o desmatamento da Amazônia leve a floresta a um caminho sem retorno. Na saída, os participantes ainda podem deixar uma mensagem em árvores, colorindo a exposição com bilhetes de esperança. Ideias escritas para salvar a floresta também são bem-vindas.

— A exposição mostra que é possível um desenvolvimento econômico e de baixo carbono que ande lado a lado com a proteção da floresta e de sua biodiversidade, trazendo benefícios para todos os brasileiros — explica Felipe Lobo, cocriador da mostra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos