Exposição montada em contêineres antecipa comemoração dos 50 anos da Ponte Rio-Niterói

Uma mostra será montada no Horto do Fonseca, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio, para antecipas as comemorações dos 50 anos da Ponte Rio-Niterói. O público poderá visitar os contêineres marítimos que abrigarão a exposição Conexões, que trata da ligação da Cidade Sorriso com o Rio. A iniciativa é promovida pelo Ministério do Turismo e patrocinada pela Ecoponte, concessionária do Grupo EcoRodovias.

A abertura da exposição, às 16h, será marcada pela apresentação da Orquestra da Grota, composta por músicos formados na comunidade no bairro de Santa Rosa. Em seguida, às 18h, haverá a exibição de uma projeção de fotos da Sociedade Fluminense de Fotografia.

Uma das principais atrações da mostra se refere à cronologia da construção da Ponte Rio-Niterói narrada por meio de fotos e imagens. Com visitação gratuita, Conexões apresenta informações de história e memórias das cidades do Rio de Janeiro e de Niterói, fotos dos dois municípios e paisagens da Baía de Guanabara.

Historiadora carioca e curadora da exposição, Carmen Lucia de Azevedo destaca o desafio de narrar a ligação entre o Rio e Niterói, que remonta a 500 anos, mas se desenvolveu fortemente a partir de 1808, quando a Família Real se instalou no país. Segundo Carmen Lucia, a Ponte Rio-Niterói era um sonho antigo no imaginário carioca e niteroiense.

“No século 19, vários projetos foram apresentados a D. Pedro II, um deles por ingleses, para a construção de uma ligação para trânsito de trens. Mais de 100 anos se passaram até que o projeto de construção de uma ponte fosse executado, o que começou a acontecer em 1968, com a colocação da Pedra Fundamental da Ponte Rio-Niterói, numa cerimônia presidida pela rainha Elizabeth II, da Inglaterra”, explica a curadora.

A mostra reúne imagens e fotografias de acervos iconográficos e de fotógrafos contemporâneos. O conteúdo se divide em seis núcleos: Ponte Rio-Niterói; Conexões na Modernidade; Conexões na História; Conexões na Paisagem; Conexões no Território e Conexões no Cotidiano. A pesquisa foi realizada nos acervos da Fundação Biblioteca Nacional, do Museu Aeroespacial, do Instituto Moreira Salles, do Historical Service of Navy, da NASA e da Sociedade Fluminense de Fotografia.

Com caráter educativo, a exposição oferece visita guiada por monitores. Fruto de uma parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Niterói, professores e alunos da rede pública podem participar de atividades de educação e artes, gratuitamente, como forma de fortalecer as ações do programa Cidade Educadora do qual a cidade é signatária. O site do projeto (www.projetoconexoes.com.br) contém uma série de ações educativo-culturais direcionadas a estudantes e professores de Ensino Fundamental. A programação da exposição ainda inclui curso gratuito e online de fotografia, aberto ao público em geral, sob a coordenação de Davilym Dourado, fotógrafo e artista visual.

Serviço:

Exposição aberta à visitação gratuita: 16 de julho até 16 de outubro de 2022

Horário: de terça à domingo, das 10h às 19h

Local: Horto do Fonseca – Niterói – Rio de Janeiro.

Endereço: Alameda São Boaventura 770

Produção: Pas de Deux Projetos

Realização: Ministério do Turismo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos