Extraditado, Otoniel pede a seu grupo que pare com assassinatos de policiais na Colômbia

O narcotraficante Otoniel, preso nos Estados Unidos, pediu à sua organização criminosa na Colômbia que coloque um fim à onda de assassinatos de policiais que sucedeu sua extradição em maio, informou nesta quinta-feira (4) um de seus advogados.

Em uma carta divulgada pela mídia e confirmada por sua equipe de defesa, Dairo Antonio Úsuga, conhecido como Otoniel, mandou uma mensagem ao Clã do Golfo: "cessem as atividades contra as forças públicas na Colômbia".

Paul Nalven, advogado do traficante, disse em entrevista à W Radio que seu cliente "presume que, depois de tantos anos liderando o grupo", seus homens podem continuar dispostos a escutá-lo apesar de sua detenção em Nova York.

Só este ano, os grupos armados assassinaram 36 policiais, num contexto de ressurgimento da violência na Colômbia.

Segundo autoridades, 18 das mortes ocorreram pelas mãos do clã de Otoniel em uma exibição de força diante de uma possível negociação com o governo eleito de Gustavo Petro, que toma posse em 7 de agosto.

Formada por remanescentes dos grupos paramilitares de extrema direita, a organização oferece entre 1 e 5 mil dólares por agente morto, de acordo com a polícia.

O líder narcotraficante também pediu a seus homens que parem com as "greves armadas que estão prejudicando a população civil". A última ocorreu em maio e deixou ao menos oito mortos, além de centenas de cidadãos paralisados por ameaças.

Otoniel, que comparecerá diante de um juiz do tribunal de Nova York para responder a acusações de tráfico de drogas, insistiu "ao novo governo nacional que busque um acordo de paz".

Petro se mostrou favorável a uma negociação com o Exército de Libertação Nacional (ELN), a última guerrilha reconhecida no país, e sugere uma submissão em troca de benefícios penais para os grupos do tráfico.

Segundo estimativas independentes, o Clã do Golfo conta com cerca de 3 mil membros, entre combatentes e colaboradores.

lv/vel/afa/ic/am

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos