Fábrica da General Motors em São Caetano segue parada por mais um mês

·2 minuto de leitura

A General Motors seguirá sem produzir automóveis em sua principal fábrica no Brasil, localizada em São Caetano do Sul, região do ABC em São Paulo. Devido à crise dos semicondutores, a montadora está enfrentando enormes dificuldades para seguir com a fabricação de seus carros, o que tem impactado demais nas vendas gerais. Antes líder do mercado com alguma folga, hoje os estadunidenses não têm nenhum carro no TOP 20 de 2021.

A decisão da GM se baseia na Medida Provisória 1.045, que permite suspender contratos de trabalho por até 120 dias. Sendo assim, o novo período de paralisação da fábrica se inicia nesta segunda-feira, dia 26 de julho, e vai até agosto. Vale lembrar que, atualmente, outra fábrica da montadora está parada, a de Gravataí/RS, onde são feitos os novos Onix e Onix Plus, além da planta de Joinville/SC, responsável pelos motores.

A única fábrica da General Motors em funcionamento é a que reúne modelos como a picape Chevrolet S10 e da Chevrolet Trailblazer, um SUV grande que é feito com a mesma plataforma da picape. Como são feitos em menor volume do que os outros carros da marca, a GM decidiu manter os poucos semicondutores disponíveis para esses modelos.

(Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
(Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

A fábrica de São Caetano do Sul é responsável pela fabricação do Tracker, Spin, Joy e Joy Plus, estes últimos feitos com base no Onix/Prisma da geração passada. Cruze, Equinox e Bolt, os outros modelos vendidos pela marca no Brasil, são importados e seguem em produção. No dia 16 de agosto está previsto o retorno da produção do Onix e Onix Plus no Rio Grande do Sul.

Atualmente, Volkswagen e Hyundai são as outras montadoras que estão com suas produções afetadas no Brasil.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos