Fã de Juliette é confundida com campeã do ‘BBB 21’ na web e ‘vira’ sósia: ‘Sonho conhecê-la’

·2 minuto de leitura

Thielle Ferrari Gomes nunca imaginou que a simples troca de uma armação velha dos óculos de grau por uma mais moderna pudesse torná-la sósia de alguém. E não de qualquer pessoa. Mas de uma das personalidades mais famosas do país atualmente. A moradora de Cabo Frio, na Regiáo dos Lagos, viu seu número de seguidores crescer desde que as redes sociais descobriram que ela parece com ninguém menos que Juliette, a campeã do “BBB 21”.

“Eu estou surpresa com esse auê todo. Nunca me achei parecida com ela até meu filho colocar nossas fotos uma ao lado da outra”, conta ela, que está saboreando sua saída do anonimato na web: “Acho que tem alguma coisa na boca e no formato dos olhos que ficam parecidos com os dela”.

Na realidade, quando o reality começou em janeiro, Thielle achou estranho quando o marido de uma amiga se espantou em vê-la na rua, pois achava que a tinha visto na TV.

“Eu não tinha entendido. Depois, foi meu filho que me comparou e a partir daí mais gente começou a achar que a gente era semelhante. Já me perguntaram se somos irmãs”, recorda ela, que não tem nenhum parente na Paraíba, onde Juliette nasceu: “Sonho conhecê-la.Torci e votei muito para ela ser campeã”.

Por insistência da família, Thielle fez uma página no Facebook se intitulando sósia de Juliette. “Era apenas uma brincadeira, mas os fãs dela me acharam e começaram a postar e comentar. Até uma senhora me mandou mensagem de áudio com recado para Juliette achando que era ela”, conta ela, que faz questão, garante, de tratar os fãs da advogada e maquiadora com bastante carinho.

Assim como Juliette, porém, Thielle está conhecendo o outro lado da fama. “Tem gente que diz que eu só quero aparecer, que estou biscoitando. Mas eu também entendo que quando me coloquei nessa situação estava sujeita às críticas, forssem elas positivas ou negativas”, pondera a moça de 34 anos, mãe de três filhos adolescentes: “Dizem até que a gente tem a mesma resiliência”.

Sócia numa empresa de licitações governamentais com o marido, Thielle tenta desde 2008 uma vaga no “Big Brother Brasil”. “Me inscrevo todos os anos, desde que meu último filho nasceu. Mando mensagem direto para o Boninho pedindo para me notar”, brinca.

Se entrasse na casa e tivesse a sorte de se tornar campeã feito a paraibana, Thielle diz que o dinheiro mudaria a vida de sua família. "Meu pai morreu por complicações da Covid-19 em agosto passado e minha mãe está doentee com problemas por conta do alcoolismo. Usaria esse dinheiro para ajudá-la e terminaria de construir minha casa. Ainda tenho muitos sonhos não realizados”, observa Thielle, que toparia na hora ser dublê de Juliete por algumas horas: “Ela está famosa agora e tendo que lidar com isso. Eu posso ajudar me passando por ela em alguns momentos mais tumultuados. É só me chamar”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos