Fã de Ronaldinho leva camisa do Brasil para ex-craque autografar em tribunal do Paraguai

Blanca Ramírez com a camisa da seleção do brasileira para Ronaldinho Gaúcho autografar

Enquanto Ronaldinho Gaúcho se apresentou diante do juiz no Palácio da Justiça de Assunção, no Paraguai, na tarde desta quinta-feira, uma idosa esperava o ex-jogador ansiosamente em frente ao tribunal. Blanca Ramírez é fã do ex-jogador e quer conhecer seu ídolo para pedir que autografe sua camisa da seleção brasileira. A rádio paraguaia "1000 AM" gravou um vídeo com a mulher esperando pelo ídolo.

O ex-craque chegou por volta das 14h15min no tribunal para se apresentar ao juiz Mirko Valinotti sobre o caso dos documentos falsos que portava quando chegou na capital paraguaia. Ele irá para testemunhar sobre sua entrada irregular no país. O ex-jogador vai ser ouvido pelo juiz Mirko Valinotti, que vai decidir se deve ou não conceder um processo contra o ex-meia, que portava uma identidade e um passaporte paraguaios adulterados, assim como o seu irmão, Roberto de Assis Moreira.

Político citado:

Ronaldinho e seu irmão estão no tribunal perante ao juiz por a audiência sobre a imposição de medidas. O Ministério Público do Paraguai solicitou que os critérios de oportunidade fossem aplicados, já que R10 e seu irmão colaboraram nas investigações. Na quinta-feira, quando o ex-jogador foi ouvido pelo MP por cerca de 8 horas, foi decidido que ele e o irmão não serão denunciados, com a alegação de que a dupla foi enganada e agiu de "boa fé". O que o MP pede é o pagamento de uma multa.