Fãs dão adeus a Jerry Adriani cantando sucessos do artista

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O corpo do cantor Jerry Adriani foi enterrado no final da tarde de hoje (24) no Cemitério Francisco Xavier, no Caju, zona portuária do Rio de Janeiro. Ídolo da Jovem Guarda, o artista enfrentava um câncer e morreu nesse domingo (23), vítima da doença. Centenas de fãs que acompanharam a cerimônia de despedida cantaram músicas do artista ao longo do cortejo até o jazigo da família. As informações são da Agência Brasil.

Discos de vinil e uma guitarra do músico foram levados pelos fãs ao velório, que durou todo o dia. Adriani era o mais jovem integrante da Jovem Guarda e estava com a agenda de shows lotada até setembro.

O cantor Neguinho da Beija-Flor disse que visitou Jerry no hospital na sexta-feira passada (21) e ficou conversando com ele por quase duas horas. “Ele era meu amigo há mais de 40 anos. Vou ficar bom para a gente fazer um show junto na quadra da Beija-Flor'”, lembrou.

A cantora Adriana disse que a morte de Jerry Adriani é uma perda irreparável. “Primeiro show que eu fiz na vida ele me apresentou como irmã. Ele é muito importante para mim. Estive no aniversário dele e a gente fez a maior farra. Estou muito abalada.”

A fã Sonia Maria, 66, disse que gostava do cantor desde que era criança. “Assisti vários shows do Jerry quando era mais jovem. Ele foi meu ídolo e vai ser para sempre. Estou aqui para prestar as últimas homenagens.”

O cantor Flávio Miranda também lamentou a morte do amigo. “É um momento muito triste para mim. Eu já o conhecia há muitos anos, mas fiquei amigo íntimo dele há dez anos, quando convivi com ele, a mulher, a família. Foi uma das maiores honras que eu tive na minha vida, com essa pessoa especial que Deus nos colocou.”