Fãs de Shirlipe insistiam para Sabrina Petraglia largar marido e ficar com Marcos Pitombo: 'Brigavam comigo'

Luana Santiago
·9 minuto de leitura
Foto: Dêssa Pires e Grasi Albuquerque

Marcos e Sabrina relembraram o successo astronômico de Shirlipe

Foto: Dêssa Pires e Grasi Albuquerque

Rufem os tambores! Está prevista para amanhã na novela das sete a cena emblemática em que Felipe, vivido por Marcos Pitombo, quase atropela Shirlei, papel de Sabrina Petraglia, depois de a moça perder sua bota ortopédica na chuva. Shirlipe está de volta esta semana! E não há como discordar da intérprete da mocinha quando ela define sua primeira parceria com Pitombo como uma “conjunção das estrelas”. Afinal, o sucesso astronômico do casal — que superou a química dos protagonistas da trama, exibida originalmente em 2016 e de volta à Globo desde outubro — só pode ter sido obra de uma força maior. A história com ares de Cinderela de uma jovem com dificuldade de locomoção e seu “príncipe encantado” alcançou feitos lembrados com espanto até hoje, como superar a audiência do impeachment da então presidente Dilma Rousseff, transmitido no mesmo dia do primeiro beijo do par.

Mas não dá para colocar todo o êxito do ship nas mãos do destino. A grandiosidade de Shirlipe aconteceu graças, é claro, ao comprometimento dos atores e, também, pela precisão do autor Daniel Ortiz. Mas houve outro fator determinante para o casal ficar marcado na história recente das telenovelas: o engajamento dos shirlipers (como são chamados os fãs do duo) nas redes sociais. E, desde o retorno da trama das sete, eles já estão a pleno vapor, seja no Twitter ou no Instagram, aguardando ansiosamente para rever o conto de fadas moderno.

— A justificativa do fenômeno Shirlipe está no público. Quando eles chegaram junto dessa história, ela cresceu — afirma Pitombo, de 38 anos, que passa a palavra para Sabrina explicar por que o casal foi tão marcante na carreira de ambos.

— A gente teve uma sintonia logo no começo. Eu me lembro de segurarmos a mão um do outro no estúdio, porque eu estava nervosa, e, depois de olhar nos olhos do Marcos. E aí o mundo parou. Esse trabalho todo aconteceu a partir dessa entrega mútua — relembra a atriz de 37 anos, voltando-se para o companheiro de tela durante esta entrevista, realizada numa chamada de vídeo no Zoom, com um tom firme: — As pessoas podem até ter uma noção de como foi tudo, mas só nós dois sabemos a dor e a delícia do que vivemos com esse casal, Marcos.

Entre as dores de viver Shirlei, estava o desafio de reproduzir o caminhar de uma mulher com displasia do quadril. Foram três meses de preparação para aprender a marcha diferenciada e, até o fim da novela, incontáveis sessões de fisioterapia. Isso, porém, não foi tudo. Há quatro anos, a histeria por Shirlipe atingiu níveis tão impressionantes que os fãs confundiram ficção com realidade, insistindo para a paulistana desistir do relacionamento duradouro com o então noivo, o engenheiro Ramón Velázquez (atual marido da atriz), para ficar com Pitombo.

— É uma situação complicada. Ainda bem que o Ramon é tranquilo e superamigo do Marcos. Ele dá risada com a situação de me shipparem com outro homem na vida real, mesmo quando arrancam a cabeça dele das fotos para colocar a do Marcos no lugar. Mas as pessoas brigaram muito comigo na época. Me falavam que o Marcos estava apaixonado por mim e que eu tinha que largar meu namorado (Sabrina se casou em 2018), mas eu tinha um envolvimento de anos e tentava explicar isso para todos. Entendo que eu e Marcos temos muita afinidade, mas é outra relação! E ele ainda saiu de coitado nessa história. Eu sofri um pouquinho!

Aos risos e visivelmente acanhado, Pitombo reforça a loucura de ter sido associado a uma mulher comprometida:

— Isso de química entre duas pessoas é doido. O jeito como os personagens se olhavam dava ideias para os fãs, tinha uma magia ali que era curiosa. O Ramón é um ser especial (por lidar com isso tão pacificamente).

Felizmente, as confusões entre as vidas pessoais e profissionais não foram mais impactantes do que as felicidades proporcionadas por Shirlipe. Uma delas, aliás, teve a participação da Canal Extra.

— Um dos marcos da nossa trajetória foi a capa da revista, que fizemos em 2016 (veja a foto no detalhe logo acima). Estávamos tão felizes! Tiramos fotos o dia inteiro, e o resultado ficou tão lindo — recorda Sabrina.

Conforme o romance estelar for se desenrolando na TV pela segunda vez, outros momentos simbólicos poderão ser relembrados pela dupla, em casa na maior parte do tempo por causa da pandemia do novo coronavírus.

— Na primeira vez, quem curtiu o sucesso foram nossas famílias, porque a gente só trabalhou — diverte-se a artista, admitindo não gostar muito de se assistir na telinha por “se criticar demais”.

Já Pitombo se mostra mais otimista, acreditando que será menos duro consigo mesmo diante do bondoso Felipe.

— Como não tem mais como mudar as cenas, vou rever tudo com um olhar generoso e respeitar o que foi feito na época. Resta preparar a pipoquinha e curtir — diz o ator, que não botava fé na volta de “Haja coração” à faixa das sete: — Engraçado é que teve a primeira leva de reprises e, quando veio a segunda, a Sa comentou: “Tem uma chance de vir ‘Haja coração’”. E eu falei: “Ah, imagina. Acho que não”. Até que, um belo dia, eu estava zapeando pela internet quando vi que a novela retornaria. Na mesma hora mandei uma mensagem para ela, sem conseguir acreditar.

Também foi com surpresa que, um pouco antes, os atores receberam a notícia de que trabalhariam juntos novamente, quatro anos depois, em “Salve-se quem puder”, como Micaela e Bruno.

— É uma inversão de papéis. Agora, Micaela é bem-sucedida e empoderada, enquanto o personagem do Marcos é de origem humilde e tem dislexia — compara a atriz.

O reencontro para o novo trabalho, no entanto, não foi marcado pela certeza de que os astros iluminariam seus caminhos novamente. Na verdade...

— Ficamos com medo porque Shirlipe foi um estouro, e a nova história podia não repetir o feito — completa a paulistana.

O público, no entanto, mal teve tempo de se encantar pelo novo casal, chamado de Brunela nas redes. Não somente pela paralisação da trama por causa da pandemia, mas porque Sabrina descobriu a segunda gravidez (ela já é mãe de Gael, de 1 ano e 6 meses). No grupo de risco por causa da gestação, a atriz precisou encurtar sua participação na novela, também assinada por Daniel Ortiz. Coube ao autor planejar um desfecho precoce à segunda parceria dos amigos: assim que o folhetim voltar ao ar no início do ano que vem, Micaela vai estudar no exterior e Bruno ficará no Brasil. As cenas da despedida foram gravadas em setembro, com Sabrina ostentando o barrigão de Maya, prevista para chegar ao mundo em janeiro.

— Quando eu gravei com a Sabrina grávida em plena pandemia, pensei: “Que mulher guerreira”. Porque ela podia simplesmente não ter voltado, e seria compreensível. Mas ela estava ali, digna, fazendo tudo. Entre as filmagens, ela segurou minha mão (de novo!) e me pediu desculpa por estar saindo da novela. Eu desabei com aquelas palavras, me deu um nó na garganta. Mas garanti que o momento era de celebração pela chegada do bebê. Depois, gravamos uma das cenas mais bonitas que já fiz. Tenho certeza de que a Maya vai ter muito orgulho da mãe no futuro — derrete-se Pitombo, prometendo conhecer o neném em São Paulo, onde Sabrina mora com a família, quando tudo se normalizar.

— Ah, mas acho bom vir mesmo, viu? — cobra a atriz.

Apesar da intimação sugerir um distanciamento, Pitombo não é apenas um colega de profissão na vida de Sabrina. Depois de “Haja coração”, o carioca a visita sempre que pode. Nesses encontros não faltam selfies dos dois, além de interações do galã com o primogênito da atriz:

— Eu conhecia o Gael por fotos e vídeos desde que nasceu. Fui vê-lo pessoalmente quando a Sa ficou um tempo aqui no Rio, por causa de “Salve-se quem puder”. Ele é um barato. No nosso primeiro encontro, estava começando a ficar em pé. E não muito tempo depois já estava jogando futebol!

A passagem rápida do tempo também espanta Sabrina. Por causa do isolamento, porém, ela percebeu que os ponteiros do relógio andaram mais devagar. Ou talvez tenha sido a própria vida que deu uma desacelerada.

— Em casa, eu e meu marido vimos os primeiros passinhos do nosso filho. Em dias normais não viveríamos isso juntos porque Ramón viaja muito e eu estaria gravando — conta.

No Rio, Pitombo teve a companhia dos cachorros Bel e Robinho durante a quarentena. Recentemente, ele voltou a gravar a novela no ritmo normal, enquanto Sabrina segue em quarentena.

— Esse período foi uma montanha-russa. Me ocupei de todas as maneiras e também fiquei muito aflito. Depois de uns meses, entendi a pandemia como um pedido do mundo para pararmos um pouco — reflete o ator.

Entenda os ships

Shirlipe

Shirlei + Felipe — A jovem com displasia no quadril e seu “príncipe” foram um estouro em “Haja coração” e possuem fã-clubes até hoje. No Instagram, o maior perfil dedicado ao ship ultrapassa os 34 mil seguidores.

Brunela

Bruno + Micaela — O casal de “Salve-se quem puder” é encarado como uma inversão de papéis, já que Bruno é disléxico e Micaela é uma empresária rica.

Pitombrina

Pitombo + Sabrina — Para falar das parcerias e da amizade entre os atores, os fãs juntaram seus nomes.

E se os ships da ficção trocassem? Daria certo?

Shirlei + Bruno

Sabrina: “Dá certo sim, hein? Os dois são pessoas boas, de bom caráter. Acho que a Shirlei levantaria o astral do Bruno. Eles seriam um casal bem bonito. Daqueles que mostram para o mundo que se aceitam como eles são”.

Pitombo: “Acho que funcionaria, sim. De certa forma, eles têm essências parecidas”.

Micaela + Felipe

Sabrina: “A Micaela com o Felipe seria um casal mais... normal. Sem muitos problemas. Os dois têm vidas financeiras mais legais, não enfrentam muitas questões sociais nem encaram diversos julgamentos externos como o Bruno e a Shirlei. Acho que, no caso deles, seria preciso pensar em algo a mais para esse romance”.

Pitombo: “É pano pra manga pensar nessas possibilidades, né? (risos). Acho que Micaela e Felipe precisariam de um tiro na xícara no roteiro (para deixar a história mais cativante)”.

Depois de duas parcerias... Será que Sabrina e Pitombo se conhecem pra valer? Testamos o que eles sabem um sobre o outro!

Qual é o signo do outro?

Sabrina: “Ele é Gêmeos!” (resposta correta)

Pitombo: “Capricórnio?” (resposta errada. correta: Áries)

E a comida favorita?

S: “Um pratão de bife com batata frita” (respota errada. correta: chocotone)

P: Comida italiana (resposta correta)

Nome da mãe?

S: “Eliana? Eliane!” (resposta correta)

P: “Dona Sônia” (resposta correta)

Praia ou campo?

S: “Ele é de praia!” (resposta correta)

P: “Acho que a Sa curte mais campo” (resposta correta)

Papel mais marcante?

S: “Aposto no Felipe” (resposta correta).

P: Mas é claro que é a Shirlei! (resposta correta).