Férias: veja cinco dicas para escolher a mala ideal para cada tipo de viagem

As férias de fim de ano estão chegando, e as próximas serão as primeiras com menos restrições desde o início da pandemia de Covid-19. Após dois anos de regras rígidas em voos nacionais e internacionais, chegou a hora de viajar com mais segurança e menos preocupações, considerando o maior controle da doença e as doses da vacina.

Antes de toda viagem, é necessário fazer um planejamento de destino, tempo fora, roteiro etc. Para isso, a escolha da mala deve ser certeira a fim de comportar tudo o que se deve levar, sem faltas nem excessos e sem prejudicar a mobilidade. Veja a seguir dicas para escolher a mala de viagem ideal.

1) Tamanho: existem bagagens de diversas dimensões. As de comprimento médio são básicas para qualquer viagem e comportam cerca de 65 a 70 litros. Já as grandes suportam 130 litros. As pequenas, conhecidas também como malas de bordo, são as mais usadas como bagagem de mão. Elas devem ter em média 55cm x 35cm x 35cm e carregar até 10kg. Na dúvida entre quais tamanhos escolher, existem disponíveis no mercado kits com três malas de diferentes dimensões (encontre um modelo e veja o preço clicando aqui).

2) Mobilidade: malas podem ser encontradas no modelo com alças (veja um modelo aqui) ou de rodinhas. As com rodinhas têm maior capacidade de armazenamento, e é recomendado escolher exemplares com giro 360º das rodas porque não travam com facilidade. As de alças são normalmente transportadas como malas de bordo e possibilitam distribuir melhor o peso. Também é importante considerar que as malas serão carregadas por longas distâncias de um lado para o outro no aeroporto ou na rodoviária. Logo, o peso deve ser suportável.

3) Segurança: a dica é escolher um modelo que garanta que os zíperes não possam ser abertos. As bagagens podem ter algum tipo de codificação que as mantenha trancadas, mas também é possível comprar um lacre para colocar um cadeado por conta própria.

4) Cores: se possível, fuja do pretinho básico, já que a mala pode ser facilmente confundida com outras no aeroporto e causar transtornos. Seja preta ou colorida, é recomendado que a mala tenha algum item que a identifique, como um lenço amarrado, algum adesivo ou tag.

5) Compartimentos: a parte interna da mala também é essencial. Algumas podem oferecer aberturas na tampa com telas, tecidos específicos para acomodar roupas e sapatos, bolsos internos para objetos pequenos e de higiene pessoal, cintos para prender as roupas e abertura em zíper ou velcro no meio. Esses recursos facilitam o momento da organização.

Nota de transparência: Amazon e EXTRA mantêm uma parceria comercial, que não interfere no conteúdo de nossas reportagens. Ao clicar no link da loja, o EXTRA pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação. Os preços mencionados podem sofrer variação e a disponibilidade dos produtos está sujeita aos estoques. Os valores indicados no texto são referentes ao mês de novembro de 2022.