Fórmula 1: em casa, Hamilton retoma protagonismo e, mesmo com punição, vence

·1 minuto de leitura

A décima etapa da temporada de 2021 em muito pareceu um mata-mata, com cada volta anulando as previsões da anterior e deixando a próxima ainda mais imprevisível. Ainda na segunda, Lewis Hamilton bateu no então campeão Max Verstappen e, consequentemente, o holandês da Red Bull colidiu de forma intensa na barreira de proteção.

“Verstappen e Hamilton colidem! Os rivais do título se encontraram na curva copse, e Verstappen acabou se acidentando em alta velocidade. O holandês conseguiu sair andando, mas, por precaução, foi levado ao hospital para exames”.

A corrida foi interrompida por cerca de 40 minutos e, quando retomada, o britânico da Mercedes foi considerado culpado pela direção do circuito e recebeu uma punição de dez segundos de espera. Mas, mesmo assim, superou Charles Leclerc, da Ferrari, que vinha liderando a corrida.

Com o pódio, Hamilton ultrapassou Michael Schumacher e, além da oitava vitória em Silverstone, chegou a 99ª conquista, se tornando o maior vencedor da história da Fórmula 1.

“A gente tem a melhor plateia aqui. É um sonho vencer na frente de todos eles.”

Em segundo lugar no pódio, subiu Leclerc; em terceiro, Valtteri Bottas, também da Mercedes. Depois de hoje, Hamilton chega a 177 pontos e se mantém em segundo na tabela, ainda atrás de Verstappen – que acumula 185 pontos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos