Fórmula 1: veja as combinações para Hamilton ser campeão na Turquia

Bruno Marinho*
·2 minuto de leitura

Em um fim de semana até aqui marcado pela dificuldade dos pilotos de se entenderem com a pista do Intercity Istanbul Park, Lewis Hamilton foi apenas o sexto mais rápido no treino classificatório para a corrida deste domingo, pelo Grande Prêmio da Turquia. Ainda assim, o piloto da Mercedes, que corre na tentativa de garantir antecipadamente o sétimo título mundial, tem boas chances de garantir o sétimo título mundial em Istambul.

O inglês é o líder da temporada, com 282 pontos, contra 197 de Valtteri Bottas - o finlandês é o único que ainda pode alcançar Hamilton e larga em nono.

O hexacampeão precisa impedir que Bottas faça oito pontos a mais que ele na corrida. Isso é suficiente para fechar a fatura com antecedência e igualar o número de títulos de Michael Schumacher.

São várias combinações que podem interferir na definição do campeão neste domingo. Se Hamilton terminar à frente de Bottas, é campeão, não importa a posição. Se ambos abandonarem a prova, também.

O único cenário que garante o finlandês vivo na disputa por mais uma corrida independentemente da posição de Lewis Hamilton é o de vitória de Bottas e mais a volta mais rápida.

Lance Stroll larga na pole

Quem melhor se adaptou à pista sem aderência e aos pneus que não se aquecem o suficiente foi Lance Stroll, da Racing Point. O piloto foi o pole position pela primeira vez na carreira, seguido de Max Verstappen, da RBR, e Sergio Perez, da Racing Point. Alexander Albon, da RBR, e Daniel Ricciardo, da Renault, completam os cinco primeiros.

Os treinos desse sábado trouxeram muitas dificuldades aos pilotos. O asfalto, recém-reformado para se readequar aos padrões da Fórmula 1, se mostrou liso demais para os carros. Foi comum ver a perda de estabilidade na traseira mesmo nas retas. Vários pilotos saíram da pista, muitas curvas foram feitas em velocidade bem abaixo do normal.

Para piorar, o começo do treino qualificatório contou com chuva que deixou a pista ainda mais molhada e os pneus, com ainda mais dificuldade para se aquecerem e ganharem aderência. O resultado disso é que o Q1 teve de ser interrompido duas vezes e o Q2 terminou no horário que estava previsto para acabar o Q3.

Já na última qualificação, com o sol ameaçando aparecer na última curva antes da reta dos boxes, os pilotos conseguiram controlar melhor os carros. Foi quando Stroll confirmou o primeiro lugar.

*O repórter viaja a convite do Escritório de Cultura e Turismo da Turquia, com apoio da Azul