Fórum Brasileiro de Segurança Pública afirma que conduta da PRF é gravíssima

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A realização de blitze pela Polícia Rodoviária Federal neste domingo (30) foi considerada gravíssima pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. A organização cobrou uma apuração rápida e esclarecedora sobre as denúncias relatadas por eleitores ao longo do dia.

"A Polícia Rodoviária Federal não é um órgão de governo, que pode ser manipulado e usado ao bel prazer de interesses eleitorais, mas um órgão de Estado, que representa todos os brasileiros", afirmou em nota.

Segundo a organização, foram realizadas 560 operações de fiscalização neste domingo, que prejudicaram milhares de pessoas que se dirigiam às seções eleitorais para votar, sobretudo em municípios de estados do Norte e do Nordeste.

O Fórum ainda manifestou solidariedade aos agentes que não concordaram com a ação feita pela PRF.

"O FBSP também se solidariza com os agentes da corporação que não compactuam com esse tipo de manobra, mas que foram obrigados a seguir ordens de superiores hierárquicos. Em pleno século XXI, a democracia brasileira não pode compactuar com esse tipo de investida autoritária, principalmente no dia mais importante para o exercício da cidadania de milhões de brasileiros. Votar é um direito e um dever constitucional".

A organização Human Rights Watch também manifestou preocupação com denúncias.