Fórum de Saúde Brasil: Os gargalos na legislação dos planos de saúde

·2 minuto de leitura
Plano de Saúde - cirurgia.jpg

RIO - A pandemia do novo coronavírus levou mais brasileiros a buscarem uma cobertura privada de saúde. Diante disso, o Fórum de Saúde Brasil debate nesta segunda-feira, às 16h30m, "Os gargalos na legislação do setor de planos de saúde”.

O evento é uma realização dos jornais O GLOBO e Valor Econômico e revista Época, com patrocínio da Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde).

ASSISTA AQUI:

Participam do encontro a advogada Ana Carolina Navarrete, coordenadora do programa de Saúde do Instituto de Defesa do Consumidor (Idec); o diretor de desenvolvimento setorial substituto da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), César Brenha Rocha Serra; o diretor-presidente da Bradesco Saúde, Manoel Peres; e o advogado Marcos Patullo, sócio de escritório Vilhena Silva Advogados.

A mediação é da jornalista do GLOBO Luciana Casemiro.

Os debates do Fórum de Saúde Brasil têm transmissão por YouTube, Facebook, Linkedin e site dos jornais O GLOBO e Valor Econômico; e por Youtube e Facebook da revista Época.

Na avaliação de Patullo, os gargalos começaram muito antes da pandemia, mas se agravaram com a chegada do novo coronavírus ao Brasil.

— Quando houve a tentativa de reajuste, durante a pandemia, houve uma reação da sociedade e a ANS barrou. Mas isso não acontece no dia-a-dia. Tanto que as operadoras deixaram de oferecer planos individuais, porque o controle deles, por lei, é muito mais rigoroso. E, nos planos coletivos, muitas vezes, os contratantes não têm a menor chance de negociar com as operadoras — observa ele.

No próximo dia 24, dois debates encerram o Fórum de Saúde Brasil. O primeiro será sobre "O papel da indústria farmacêutica na garantia de vacinas seguras contra a Covid-19 “ e o segundo abordará "A falta de insumos e a dependência externa para a produção de vacinas”.

Confira a programação do Fórum de Saúde Brasil

Dia 17/5

Os gargalos na legislação do setor (16h30m às 18h)

Mediação: Luciana Casemiro

Debatedores: César Brenha Rocha Serra - Diretor de Desenvolvimento Setorial Substituto da ANS; Ana Carolina Navarrete, advogada e coordenadora do programa de Saúde do Idec; Manoel Peres, diretor-presidente da Bradesco Saúde; e Marcos Patullo, Sócio de Escritório Vilhena Silva Advogados.

Dia 24/5

O papel da indústria farmacêutica na garantia de vacinas seguras contra a Covid-19 (9h30m às 11h)

Mediação: Flávia Oliveira

Debatedores: Mauricio Zuma, Diretor de Bio-Manguinhos/Fiocruz; e Isabella Ballalai, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Imunizações (SBIm)

A falta de insumos e a dependência externa para a produção de vacinas (16h30m às 18h)

Mediação: Luciana Casemiro

Debatedores: Antonio Carlos de Costa Bezerra, presidente-executivo da Abifina; e Ricardo Gazzinelli, Pesquisador de Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e Professor a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos