F1: Bottas lidera treino marcado por fogo e batida em Portugal

Carlos Costa
·3 minuto de leitura

Depois de liderar o primeiro treino livre para o GP de Portugal, Valtteri Bottas voltou a brilhar na Fórmula 1 e também foi o mais rápido na segunda sessão prática desta sexta-feira em Portimão.

O editor recomenda:

F1: Mercedes pode garantir hepta de construtores em Portugal; entenda combinações necessárias Hamilton: renovação com Mercedes é "provavelmente" uma formalidade F1: Bottas comanda dobradinha da Mercedes no movimentado primeiro treino livre para o GP de Portugal

Após cravar 1min18s410 com pneus médios no treino inaugural, o piloto finlandês da Mercedes registrou 1min17s940 de compostos macios na segunda atividade e não deu chances para a concorrência.

A segunda posição ficou com o holandês Max Verstappen, que fez sua melhor volta com borrachas médias e ficou a mais de meio segundo do líder no Autódromo Internacional do Algarve.

O top-3 foi completado pelo britânico Lando Norris, da McLaren. O quarto foi Charles Leclerc, monegasco da Ferrari que foi um dos destaques do dia, já que fechou a primeira sessão prática também na quarta posição, apesar do carro inferior às máquinas dos rivais.

O treino

A primeira meia hora de treino foi utilizada para que as equipes fizessem um teste obrigatório dos pneus Pirelli de 2021, de modo que não foram marcados tempos representativos no primeiro terço da última sessão prática do dia.

Os destaques foram os erros cometidos pelos pilotos, que precisaram se adaptar a um novo composto justamente em uma pista que nunca teve um GP de F1. Romain Grosjean, francês da Haas, Carlos Sainz, espanhol da McLaren, e Sergio Pérez, mexicano da Racing Point, escaparam.

Na sequência, os pilotos fizeram algumas voltas rápidas, mas focaram na simulação de corrida. Assim, no final dos primeiros trinta minutos de treino, a Mercedes, que emplacou uma dobradinha no primeiro treino livre, aparecia somente depois do top-3.

A última hora da atividade no Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, seguiu com incidentes, com destaque para uma rodada de Vettel, que sairá da Ferrari para correr pela Aston Martin/Racing Point em 2021.

Fogo

A pouco menos de 45 minutos para o fim da sessão, um 'incêndio' interrompeu o treino em Portugal. Foi quando a AlphaTauri de Gasly começou a pegar fogo e o piloto foi obrigado a parar no meio da pista. Ele não se feriu, mas o resgate demorou. Veja fotos:

A atividade foi reiniciada com 29 minutos restantes. Cinco minutos depois, outro acidente provocou nova bandeira vermelha, após Verstappen colidir com o canadense Lance Stroll, da Racing Point. Ambos foram investigados pelo 'lance'. Confira:

Voltamos em instantes com a tabela de classificação completa.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Neste fim de semana, a F1 visita Portimão para o GP de Portugal. E em uma prova onde adaptação é essencial, Mercedes e Lewis Hamilton podem respirar aliviados: o piloto ou a equipe venceram a edição inaugural das quatro últimas provas novas. Ele venceu em Mugello, Sochi e Austin. Já Nico Rosberg venceu em Baku. Parece uma aposta certa, não? Quer saber mais? Confira o ThePlayer.com e não perca nada!

Hamilton 'DÁ O TROCO' em Stewart e cia e elege o momento de maior 'DRAMA' em sua carreira na F1

Podcast – O mercado da F1 para 2021 e os 30 anos do bicampeonato de Senna

Your browser does not support the audio element.

.