Fabricante promete lâmpada que elimina coronavírus do ambiente

Redação Finanças
·1 minuto de leitura
Luminária de radiação UV-C pode ser usada em casa
Luminária de radiação UV-C pode ser usada em casa

Com a pandemia do coronavírus longe de acabar, além da soma de distanciamento social, do uso de máscara, de álcool em gel e da vacinação - ainda lenta - a Signify, marca responsável pela produção de produtos de iluminação da Philips, promete trazer mais uma alternativa. Segundo a fabricante, as lâmpadas que utilizam a tecnologia UV-C eliminam mesmo o vírus que causa a covid-19.

Leia também:

As pesquisas para garantir a eficácia da iluminação foram conduzidas na Universidade de Boston, nos Estados Unidos. Em laboratório, a luz emitida reduziu a quantidade de coronavírus em 99,9%. O tempo de uso necessário varia de acordo com o tamanho do ambiente. 

Hoje, além das lâmpadas da linha usadas por escritórios e outros estabelecimentos comerciais, já dá para comprar uma luminária que faz o trabalho de desinfecção em casa. O preço, no entanto, não é tão acessível: no site da Philips no Brasil, o modelo é vendido por R$ 1.099,99. 

Como os raios UV-C podem causar queimaduras e afetar a visão, o aparelho não funciona se detectar movimento em um raio de três metros, durante 30 segundos. O usuário aciona o timer de 15, 30 ou 45 minutos, fecha a porta e sai do cômodo, pois a exposição a raios ultravioleta pode ser prejudicial aos olhos e à pele.