Facebook agora detalha melhor a coleta e o uso de informações dos usuários

Wagner Wakka
·2 minuto de leitura

O Facebook está mudando a forma de mostrar quais dados do usuário possui e como eles são usados pela rede social. A empresa lançou para iOS e Android uma atualização para a ferramenta Acessar suas Informações, agora com mais detalhes sobre elas.

A companhia disponibilizou a primeira versão do recurso em 2018, em meio aos debates do escândalo do Cambridge Analytica, que resultou no uso indevido de informações de 87 milhões de usuários da rede social. Agora, mais de dois anos depois, o Facebook resolveu modificar novamente a proposta.

“Após pesquisar como as pessoas usavam Acessar suas Informações, nós a reorganizamos e mudamos o seu visual, para deixá-la mais transparente e fácil de usar. Queremos garantir que suas informações no Facebook são úteis, fáceis de entender e simples de encontrar”, explica a empresa.

O que muda?

Antes a ferramenta era dividida apenas em duas categorias: Suas Informações e Informações sobre Você. Elas basicamente continham dados que eram adicionados pelos próprios usuários e outros que eram coletados por terceiros, seja por publicidade ou através de amigos na rede social.

Agora, são oito categorias:

  • Sua atividade no Facebook

  • Amigos e seguidores

  • Preferências

  • Informações pessoais

  • Informações registradas

  • Informações de anúncios

  • Aplicativos e sites fora do Facebook

  • Informações sobre login e segurança

Dentro de cada categoria, ainda, o Facebook adicionou uma ferramenta de busca. “Por exemplo, se você começa a pesquisar informações sobre o seu histórico de localização, a pesquisa por ‘localização’ deve começar a gerar algumas sugestões”, conta comunicado da companhia.

<em>Novo modo de mostrar informações do Facebook (Foto: Divulgação/Facebook)</em>
Novo modo de mostrar informações do Facebook (Foto: Divulgação/Facebook)

Outra novidade da ferramenta está em como os dados podem ser usados na plataforma. “Por exemplo, talvez você note que sua localização principal foi uma das várias informações levadas em consideração para exibir um anúncio recente de um aplicativo de entrega de comida”, exemplifica a empresa.

Polêmicas

De acordo com o Facebook, as mudanças foram realizadas por conta de pesquisas com usuários. Atualmente, a rede social passa por novos questionamentos a respeito de privacidade.

No último dia 6, a companhia atualizou as políticas de privacidade do WhatsApp, obrigando usuários a compartilharem seus dados com outras empresas do Facebook. A movimentação já gerou reação do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Para a instituição, o Facebook não dá opções que restrinjam o compartilhamento de dados no Brasil.

Atualmente, o WhatsApp coleta automaticamente informações como registros de interações com contatos e empresas (tempo, frequência e duração), uso de grupos, recursos de pagamentos, informações dos smartphones e PCs e até mesmo fotos dos perfis.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: