Facebook está desenvolvendo chip de aprendizado de máquina, diz The Information

·1 minuto de leitura
Facebook

(Reuters) - O Facebook está desenvolvendo um chip de aprendizado de máquina para executar tarefas como recomendação de conteúdo aos usuários, afirmou o site The Information nesta quinta-feira, citando duas fontes com conhecimento do projeto.

A empresa desenvolveu outro chip de transcodificação de vídeo para melhorar a experiência de vídeos gravados e transmitidos ao vivo em seus aplicativos, segundo a reportagem.

A medida do Facebook acontece no momento em que grandes empresas de tecnologia, incluindo a Apple, a Amazon.com e o Google, da Alphabet, estão cada vez mais deixando para trás fornecedores tradicionais de silício para projetar seus próprios chips, com o objetivo de economizar gastos e melhorar o desempenho.

Em um blog em 2019, o Facebook afirmou que estava construindo designs de chips especificamente para lidar com inferência de inteligência artificial e transcodificação de vídeo para melhorar desempenho, potência e eficiência da sua infraestrutura, que, naquele momento, servia 2,7 bilhões de pessoas em todas as suas plataformas.

A empresa também afirmou que trabalharia com empresas de semicondutores como Qualcomm, Intel e Marvell Technology para construir esses chips porque processadores com propósitos gerais sozinhos não seriam suficientes para administrar o volume de trabalho com o qual os sistemas do Facebook lidava.

No entanto, a reportagem do The Information sugere que o Facebook está projetando esses chips completamente dentro da empresa e sem a ajuda dessas companhias.

“O Facebook está sempre explorando maneiras de impulsionar níveis maiores de desempenho da computação e eficiência de energia com nossos parceiros de silício e por meio de seus próprios esforços internos”, afirmou um porta-voz da empresa.

(Reportagem de Chavi Mehta em Bengaluru)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos