Facebook investirá em 'drones' para ampliar acesso à Internet

O Facebook é a rede social preferida, utilizada por 71% dos adultos, ou seja, 57% dos americanos adultos

O Facebook negocia a compra da Titan Aerospace, um fabricante de aviões não tripulados ("drones"), que serão usados para criar redes de Internet em regiões sem acesso à rede, afirma o site especializado no setor tecnológico TechCrunch.

A primeira rede social global teria oferecido US$ 60 milhões pela Titan Aerospace, empresa fundada em 2012, que não cota na Bolsa.

Os "drones" da Titan funcionam com energia solar, que pode ser armazenada para manter esses equipamentos a 20 km de altitude por cinco anos. De acordo com o TechCrunch, esses "drones" conseguem cumprir a maioria das tarefas dos satélites geoestacionários, mas são mais baratos.