Facebook pode enfrentar multa pesada na Rússia se não apagar conteúdo

·1 minuto de leitura

Por Gleb Stolyarov e Alexander Marrow

MOSCOU (Reuters) - Autoridades russas alertaram nesta quinta-feira que o Facebook pode enfrentar multa de até 10% de seu faturamento anual no país, se não excluir conteúdo que Moscou considera ilegal.

O regulador estadual de comunicações Roskomnadzor disse à Reuters que planeja enviar aos representantes do Facebook na Rússia uma notificação oficial dizendo que falhou repetidamente em remover informações consideradas proibidas.

Isso, segundo o regulador, pode levar a uma multa de 5% ou 10% do faturamento anual do Facebook na Rússia, a menos que a situação seja corrigida.

As violações do Facebook incluem a não remoção de publicações contendo pornografia infantil, abuso de drogas e conteúdo extremista, relatou o jornal Vedomosti. O Facebook não fez nenhum comentário imediato.

Moscou aumentou a pressão sobre empresas estrangeiras de tecnologia desde 2020, incluindo demandando que as companhias armazenem dados pessoais de russos em seu território.

Na quarta-feira, a Rússia ameaçou bloquear o YouTube, após a gigante de vídeos remover os canais em alemão da emissora estatal russa RT.

No início do ano, Roskomnadzor exigiu do Facebook e de outras empresas de mídia social a remoção de publicações contendo chamadas para que menores participassem de protestos contra o governo após a prisão do crítico do Kremlin, Alexei Navalny.

O Vedomosti citou especialistas que estimaram o faturamento anual do Facebook na Rússia em cerca de 12 bilhões de rublos (165 milhões de dólares). A Reuters não pôde verificar imediatamente essa estimativa.

O Roskomnadzor abriu 17 processos contra o Facebook neste ano por não excluir conteúdo banido por Moscou, mostraram documentos judiciais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos