Facebook vai remover grupos que pregam violência política

·1 minuto de leitura
Grupos se coordenam para divulgar notícias falsas sobre o Covid-19. Foto: AFP.
Grupos se coordenam para divulgar notícias falsas sobre o Covid-19. Foto: AFP.
  • Jornalistas, policiais e médicos são alvo de extremistas

  • Os negacionistas do Querdenken tiveram conteúdos restringidos na rede social

  • Grupos se coordenam para divulgar notícias falsas sobre o Covid-19

O Facebook lançou uma ofensiva a grupos que postam conteúdos ou coordenam ações que tenham reflexos negativos na sociedade. Entre eles, estão os negacionistas do Querdenken. Conhecidos por espalhar notícias falsas sobre saúde e pregar a violência contra jornalistas, policiais e médicos, os alemães foram recebidos pelo presidente Jair Bolsonaro durante sua última aparição na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

Para coibir a manipulação de debates políticos e a espionagem digital, o Facebook usou a mesma estratégia já vista quando para afastar campanhas feitas com perfis falsos. Além disso, contas que promovem conteúdos contrários às políticas do site também serão bloqueadas.

Leia também:

No caso atual, até mesmo contas verdadeiras estão na mira da plataforma. Quando identificada a coordenação para cometer golpes ou fraudes, os perfis, páginas e grupos podem ser desativados. Um dos tipos mais conhecidos de ação conjunta é quando uma conta é denunciada em massa por opositores políticos para que ela seja desativada, ainda que não esteja violando qualquer regra da rede social. Também é comum que se planejem estratégias de comentários em massa.

Em muitos casos, contas são bloqueadas por propagar notícias falsas — é o caso dos alemães do Querdenken. O grupo extremista usava contas verdadeiras e falsas para disseminar a ideia de que o isolamento social era uma conspiração do governo alemão que retiraria direitos básicos dos cidadãos.

As informações são do Tecmundo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos