Fala de Flávio Dino foi cortada para insinuar que Lula propôs o fim da Polícia Militar

Não é verdade que o ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB), tenha dito que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) vai propor a extinção da Polícia Militar, como dão a entender publicações visualizadas mais de 400 mil vezes nas redes sociais desde 4 de janeiro de 2023. As publicações são embasadas no fragmento de um vídeo extraído de uma coletiva de imprensa na qual Dino falava, na verdade, sobre uma reunião que teve com comandantes da organização para “desfazer certas visões pré-concebidas”, como a de que a PM seria extinta pelo governo Lula.

“Me falem aonde que bandidos vão querer Polícia Militar, Civil, Polícia Federal , Policia Rodoviaria Federal atuando? Vão tentar começar pela PM , por último com o Exercito Brasileiro”, diz uma das publicações que circulam no Facebook, no Twitter, no Instagram, no TikTok e no Kwai.

Junto à publicação, usuários compartilham o trecho de cinco segundos de uma coletiva de Flávio Dino, no qual ele diz: “O presidente Lula vai propor a extinção da Polícia Militar”. Também se vê as seguintes frases sobrepostas ao vídeo: “PT quer a extinção da Polícia Militar” e “Terra de bandidos”.

Captura de tela feita em 13 de janeiro de 2023 de uma publicação no Facebook ( .)

No entanto, a fala de Dino foi cortada para alterar seu sentido.

Uma busca pelas entrevistas coletivas concedidas durante o período de transição entre o governo de Jair Bolsonaro (PL) e de Lula no canal do PT no YouTube permitiu encontrar a entrevista da qual o trecho viral foi retirado.

Em 23 de novembro de 2022, o partido fez uma transmissão ao vivo com o título “Senador Flávio Dino concede coletiva de imprensa”. Naquele momento, Dino ainda não havia sido indicado para assumir o Ministério da Justiça, o que aconteceu em 9 de dezembro, mas fazia parte do grupo técnico de Justiça e Segurança Pública da equipe de transição do novo governo.

A partir dos 22 minutos e 37 segundos, se inicia a fala de onde o trecho viral foi retirado: “Especificamente sobre a PM, inclusive, creio que nós demos, hoje, um passo muito importante que foi a reunião com os comandantes, porque serviu, inclusive, para desfazer certas visões pré-concebidas. Por exemplo, o presidente Lula vai propor a extinção da Polícia Militar. Claro que não, mas havia essa dúvida e ela surgiu na reunião”.

O AFP Checamos já verificou (1, 2) outras alegações sobre supostas medidas tomadas pelo novo governo.