Falarei a Biden das posições do Brasil e do que tratei com Trump, diz Bolsonaro

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Presidente Jair Bolsonaro gesticula durante cerimônia no Palácio do Planalto
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira que tratará com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, em encontro bilateral durante a Cúpula das Américas em Los Angeles no mês que vem, das posições do Brasil e do que vinha discutindo com Donald Trump, antecessor e rival político de Biden.

Em discurso durante convenção das Assembleias de Deus em Goiânia, Bolsonaro voltou a dizer que não irá aos EUA se encontrar com Biden para ser "moldura de uma fotografia".

"Iremos falar a posição do Brasil, do que havia tratado com o presidente Donald Trump, enquanto ele era presidente, para continuarmos essa política. É para o bem dos nossos povos", disse Bolsonaro em discurso durante a Convenção Nacional das Assembleias de Deus do Ministério de Madureira.

Bolsonaro não deu detalhes de que pontos pretende abordar na conversa com Biden.

No evento, o presidente afirmou que é um dos chefes de Estado que mais respeita e admira o povo norte-americano e destacou que a relação entre os dois países não pode "continuar dessa maneira".

O encontro entre Bolsonaro e Biden --governantes das duas maiores democracias do continente americano-- será o primeiro entre ambos desde que o presidente dos EUA assumiu a Casa Branca, em janeiro do ano passado.

Bolsonaro é fã declarado de Trump e tem trocado farpas públicas com Biden em uma série de questões como a proteção da Amazônia.

Um dos últimos presidentes de um país próximo aos EUA a cumprimentar Biden por sua vitória eleitoral, Bolsonaro chegou a fazer eco às alegações infundadas de Trump de que a eleição presidencial norte-americana de 2020 foi marcada por fraudes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos