Falcão diz que Allan Jesus não receberá mais 30% dos contratos de Luva de Pedreiro

Luva de Pedreiro fechou com Falcão no último mês (Foto: Reprodução/Instagram)


A novela envolvendo Luva de Pedreiro e Allan Jesus promete render novos capítulos. À coluna do jornalista Leo Dias, do site "Metrópoles", Falcão, que agora gerencia a carreira do influenciador digital, disse que o ex-empresário não receberá mais 30% dos próximos contratos do fenômeno das redes sociais.

+ Possível camisa do Brasil revelada: confira uniformes vazados ou lançados para a Copa do Mundo

- Ele tem os direitos sobre os contratos fechados, até acho justo, direito dele, desde que o menino também receba o que é de direito dele. Mas, como eu falei, sobre o direito das operações feitas. Daqui para frente, as operações já não serão mais dele, automaticamente ele passa a não ter direitos - disse Falcão à coluna de Leo Dias.

De acordo com a liminar que havia sido divulgada pelo site "Metrópoles", Allan Jesus receberia 30% dos novos contratos do Luva até totalizar o valor da rescisão contratual entre os dois (R$5,2 milhões). Falcão fez questão de ressaltar que esse acordo não acontecerá e afirmou que o caso de Luva com o antigo empresário será resolvido na Justiça.

- O que é dele tem que ser dele por Justiça (Allan Jesus). O caso dele com o Iran vai ser resolvido. E nós chegamos a partir de agora. A gente é contra as pessoas atacarem ele e a família dele, do ex-empresário - declarou Falcão.

+ Luva de Pedreiro: Falcão se irrita com liminar de ex-empresário para não ser citado na Globo e na Record


O ex-jogador e novo empresário de Luva ainda reforçou que deseja que ambos os lados recebam o que for de direito. A polêmica entre o influenciador e Allan Jesus vem agitando as redes sociais nas últimas semanas. Apesar da longa novela, muitos fãs estão felizes pela nova pareceria de Luva e Falcão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos