Falcão x Allan Jesus: Entenda as novas trocas de farpas e acusações dos empresários envolvendo Luva de Pedreiro

As redes sociais viraram um ringue onde dois empresários decidiram se estapear. Falcão, atual representante de Luva de Pedreiro, e Allan Jesus, ex-agente do influenciador, trocaram farpas e graves acusações que envolvem áudios editados e até tentativa de aliciamento. Diretamente relacionado ao caso, Iran Ferreira ou seus familiares não se manifestaram oficialmente.

Luva de Pedreiro: Iran faz primeira viagem internacional após troca de empresário

Allan Jesus: ex-empresário de Luva de Pedreiro consegue liminar na Justiça para impedir reportagens

A troca de farpas começou no último dia 11, quando Falcão publicou uma série de stories em sua conta no Instagram para rebater uma declaração de Allan Jesus, apresentada no 'Câmera Record', no último domingo. Nela, o empresário da 'ASJ Consultoria' mostrou um áudio à reportagem onde 'Seu Vadinho', o pai de Iran Ferreira (nome verdadeiro do Luva de Pedreiro), diz que ama o empresário e sente saudades.

Luva de Pedreiro: Iran afirma que teve conta no Whatsapp hackeada e desabafa contra empresário

Falcão foi às redes para mostrar que o áudio foi editado para ser mostrado na Record. Segundo ele, o remetente era Carlinhos, irmão do Luva de Pedreiro, e não Allan Jesus. Através do celular do pai de Iran, ele mostra o áudio completo e afirma que apenas a edição foi entregue para a reportagem.

— O áudio colocado na matéria não foi para o Allan. Foi para o Carlinhos. Mas na matéria não tinha o 'boa noite, Carlinhos', que não interessava. Na matéria não fala. Não preciso nem falar da placa (do Youtube com o nome da empresa de Allan) que ele não citou, que está com o nome dele. Dos R$ 5 mil do Luciano Huck que ele pegou — afirmou Falcão.

Já neste dia 12, foi publicada uma entrevista de Allan Jesus ao canal 'Cara a Tapa', onde apresentou novos áudios em que, segundo ele, pessoas ligadas a Falcão teriam oferecido dinheiro à família do Luva de Pedreiro. Assim, estaria aliciando-o. Allan também conta que Seu Vadinho, teria sido assediado pelo grupo.

—No dia 3 de março, o pai do Iran me encaminha o áudio de uma pessoa que tentou oferecer dinheiro escondido para eles. Eles entram direto no pai, que teve uma atitude muito correta, naquela época, me encaminha o áudio (da mensagem) — afirma Allan Jesus.

Segundo Allan Jesus, a abordagem do grupo teria iniciado com um pedido de uma gravação de um vídeo de Luva de Pedreiro para uma criança. O empresário não teria se manifestado contra. Assim teria sido iniciado os contatos de Falcão com Iran Ferreira.

A acusação de aliciamento é antiga e o ex-jogador de futsal já se manifestou oficialmente. Não sobre os novos conteúdos apresentados na entrevista, mas sobre as primeiras acusações feitas por Allan Jesus.

— Ele diz que manipulamos a live do menino, nós não fizemos isso. O menino falou comigo um dia depois da live. Ele (Allan Jesus) coloca um áudio ali (na entrevista), que eu não sei de quem é. Se eu tenho contato direto com o menino, como eu vou mandar alguém que oferece uma camisa, pagar para dar a camisa, se eu tenho o contato dele — pontuou.

— Se a intenção dele é tentar os R$ 5,2 milhões, boa sorte com (os argumentos de) aliciamento. A gente só quer que o menino estude, ganhe o dinheiro dele e seja feliz — conclui Falcão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos