Falha na nuvem da Microsoft atinge usuários em todo mundo

Por Akriti Sharma

(Reuters) - A Microsoft Corp disse nesta quarta-feira que recuperou todos os seus serviços de nuvem depois que um problema na rede derrubou sua plataforma de nuvem Azure junto com serviços como Teams e Outlook usados por milhões em todo o mundo.

A página de status do Azure mostrou que os serviços foram afetados nas Américas, Europa, Ásia-Pacífico, Oriente Médio e África. Apenas serviços na China e sua plataforma para governos não foram atingidos.

O Azure disse que a maioria dos clientes deveria estar com os serviços retomados após uma recuperação completa da Microsoft Wide Area Network (WAN).

Uma interrupção do Azure, que tem 15 milhões de clientes corporativos e mais de 500 milhões de usuários ativos, segundo dados da Microsoft, pode afetar vários serviços e criar um efeito dominó, já que quase todas as maiores empresas do mundo usam a plataforma.

As empresas tornaram-se cada vez mais dependentes de plataformas online depois que a pandemia causou uma mudança para mais funcionários trabalhando em casa.

Anteriormente, a Microsoft disse que havia determinado que um problema de conectividade de rede estava ocorrendo com dispositivos na WAN da Microsoft. Isso afeta a conectividade entre clientes na internet para o Azure, bem como a conectividade entre serviços em data centers, afirmou.

Mais tarde, a Microsoft tuitou que reverteu uma mudança de rede que acreditava estar causando o problema e estava usando "infraestrutura adicional para acelerar o processo de recuperação".

A Microsoft não divulgou o número de usuários afetados pela interrupção, mas dados do site de rastreamento de interrupções Downdetector mostraram milhares de incidentes em todos os continentes.

(Reportagem de Akriti Sharma em Bengaluru e Supantha Mukherjee em Estocolmo, reportagem adicional de Sinead Cruise em Londres)