Falso entregador que matou jovem em SP é preso

 Acxel Gabriel de Holanda Peres, falso entregador de comida, abordou o casal na Zona Sul para rouba-los (Foto: Reprodução/TV Globo)
Acxel Gabriel de Holanda Peres, falso entregador de comida, abordou o casal na Zona Sul para rouba-los (Foto: Reprodução/TV Globo)

Resumo da notícia

  • Falso entregador que matou jovem de 20 anos se entregou nesta sexta

  • Acxel Gabriel de Holanda Peres tem 23 anos e estava foragido desde o crime

  • Caso aconteceu na Zona Sul de São Paulo e foi registrado como latrocínio

O Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic) prendeu nesta sexta-feira (29) Acxel Gabriel de Holanda Peres, de 23 anos. Ele é suspeito de matar Renan Silva Loureiro, de 20 anos, durante um assalto. O caso aconteceu na Zona Sul de São Paulo.

Acxel se entregou nesta sexta à Polícia Civil e foi preso em seguida. Segundo informações do portal g1, ele acumula dez passagens pela polícia por roubo e interceptação de produtos roubados. A primeira vez em que foi apreendido, Acxel tinha 12 anos.

A jornalistas, a advogada dele, Maria Ligia Jannuzzi, afirmou que incentivou o rapaz a de apresentar às autoridades. “Ele está com medo”, disse.

O caso é investigado como latrocínio, roubo seguido de morte, e aconteceu na última segunda-feira (25), na região do Jabaquara. Renan andava com a namorada e ia deixa-la na casa de partes, quando os dois foram abordados por Acxel. Ele estava de moto, capacete e uma mochila de um aplicativo de entrega de comida, se passando por entregador.

Renan Silva Loureiro foi vítima de falso entregador; crime foi registrado como latrocínio (Foto: Reprodução/TV Globo)
Renan Silva Loureiro foi vítima de falso entregador; crime foi registrado como latrocínio (Foto: Reprodução/TV Globo)

O falso entregador abordou o casal, que tentou correr, mas ele atirou para cima. Quando Acxel se dirigiu à namorada de Renan, o jovem reagir. Então, foi atingido por Acxel com quatro tiros e morreu no local.

Depois do crime, a polícia encontrou a casa onde Acxel Gabriel de Holanda Peres morava. No local, estava a arma do crime, uma mochila como a que ele usava e uma jaqueta. Dias depois, o jovem se entregou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos