'Falso médico' é preso após plantão em hospital público do Pará

Falso médico com estetoscópio algemado. (Foto: Getty Creative)
Falso médico com estetoscópio algemado. (Foto: Getty Creative)

Um homem foi preso em flagrante por exercer ilegalmente a medicina em um hospital público em Conceição do Araguaia, no Sul do Pará, neste sábado (6).

A prisão ocorreu no terceiro dia de atuação dele no local. Os colegas chamaram a polícia após suspeitarem da falta de conhecimento técnico do homem e da inabilidade dele em conduzir os procedimentos.

Os policiais, então, constataram que o homem utilizava um CRM de um médico de São Paulo. A identidade do falso médico não foi revelada.

Em depoimento, o homem disse que tem formação em medicina, porém explicou que o curso foi realizado na Bolívia. Ele alegou que aguarda pelo Revalida, que é o processo de revalidação dos diplomas de médicos que se formaram no exterior, feito através de prova aplicada pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais). Entretanto, segundo a polícia, o preso não apresentou documentos que comprovem a formação.

O 'falso médico' revelou ainda que já prestou atendimento em hospitais no Maranhão e Tocantins e que já foi processado atuar como médico de forma ilegal.

De acordo com uma nota divulgada pela Sespa (Secretaria de Estado da Saúde do Pará) e publicada pelo G1, “após a direção do hospital identificar que se tratava de um profissional que atuava de forma irregular, acionou a polícia e o acusado foi conduzido a delegacia".

No entanto, ainda segundo a Sespa, ele "não era contratado do Hospital Regional de Conceição do Araguaia (HRCA)". O órgão não informou mais detalhes sobre o tipo de contratação do falso médico, quantas pessoas ele teria atendido e nem mesmo qual o período que ele atuaria no hospital regional.